fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

GDF libera Candangão, e torneio retorna no sábado (8)

O protocolo estipula desinfecção dos estádio, o uso de máscaras nos vestiários, disponibilidade de álcool gel a ausência de público nos estádios

Willian Matos

Publicado

em

Foto: Gabriel L. Mesquita/SE Gama
PUBLICIDADE

O Governo do Distrito Federal (GDF) autorizou o retorno do Campeonato Candango de 2020 e de outros torneios de futebol. O futebol amador, por sua vez, segue proibido. A decisão será publicada nesta terça-feira (4), em edição extra do Diário Oficial (DODF).

Sendo assim, a previsão dos clubes de retomada do Candangão no próximo sábado (8) deve se confirmar. No fim de semana, será realizada a última partida da primeira fase, entre Gama x Real Brasília, às 16h, no estádio Bezerrão. No dia 12 de agosto, estão previstas as quartas de final.

O Candangão foi paralisado na primeira quinzena de março por conta da pandemia do novo coronavírus. Os clubes vêm treinando desde o mês passado enquanto aguardavam a liberação por parte do GDF.

Medidas

  • Assim como em outras unidades da federação, o DF precisará seguir diversas medidas de prevenção ao novo coronavírus. São elas:
  • As partidas só serão permitidas após todos os atletas e demais profissionais dos clubes passarem por testes de detecção da covid-19;
  • Crianças, profissionais 60 anos ou mais e portadores de doenças crônicas estão proibidos de participar dos jogos;
  • Fica vedada a presença de público;
  • Os estádios deverão possuir cabines de desinfecção e ser previamente desinfectados e higienizados antes dos jogos;
  • Os clubes deverão disponibilizar álcool em gel para todos os profissionais;
  • Nos vestiários, será obrigatório o uso de máscaras. O tempo nos vestiários deverá ser reduzido;
  • Fica proibida foto oficial, aperto de mãos e troca de flâmulas antes das partidas;
  • Deve-se evitar beijar a bola e manter contato entre os atletas nas comemorações de gol;
  • As equipes não poderão entrar em campo de forma conjunta;
  • Não será permitida a troca de camisas ou demais peças do uniforme entre atletas da mesma equipe ou da equipe adversária em qualquer momento;
  • Atletas no banco de reservas deverão usar máscara e ocupar as cadeiras de maneira intercalada. Somente os atletas em campo e o trio de arbitragem terão permissão para ficar sem máscaras durante o jogo;
  • Os jogadores deverão trocar completamente o uniforme durante o intervalo. Deve-se tirar o uniforme e depositar em cestos de roupa exclusivos para esta função;
  • As comissões técnicas deverão disponibilizar água em recipientes descartáveis, sem uso de garrafas (squeezes);
  • Ao término da partida, o time visitante deverá se retirar antes do mandante. Por último, os profissionais de arbitragem. As delegações deverão permanecer em ambientes ao ar livre e só adentrar o ônibus quando todo mundo estiver pronto para deixar o estádio;

Imprensa

  • Quanto à imprensa, só terá acesso aos estádios a TV Brasília, detentora dos direitos de transmissão, e os profissionais dos clubes da partida. Cada clube poderá credenciar até três profissionais para captação de imagens e um assessor de imprensa;
  • Os profissionais deverão usar máscara durante todo o jogo e se posicionar atrás das placas de publicidade, mantendo distância entre si. Nenhum profissional poderá ter contato com as equipes e/ou arbitragem;
  • Caso haja descumprimento das normas pode configurar crime de infração de medida sanitária, bem como culminar na suspensão do alvará de funcionamento e na interdição total ou parcial do clube/estádio. O DF Legal e a Secretaria de Esporte e Lazer ficam a cargo de fiscalizar as medidas.



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade