Siga o Jornal de Brasília

Cidades

GDF inicia plano de prevenção e orienta população para período chuvoso

Pode não parecer, mas a chuva tá vindo aí! A partir de outubro, é importante que algumas medidas de segurança sejam tomadas. Confira recomendações

Willian Matos

Publicado

em

Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília
PUBLICIDADE

Willian Matos
redacao@grupojbr.com

A Defesa Civil, juntamente com o Corpo de Bombeiros (CBMDF), se prepara e busca orientar a população para o período de chuvas que vêm aí em outubro, após mais de 100 dias de seca na capital federal. Os órgãos listam cuidados a serem tomados entre outubro de 2019 e abril de 2020.

O subsecretário de Proteção e Defesa Civil do DF, Sérgio Bezerra, lista três ações simples, mas que evitam grandes transtornos. São elas:

  • Não jogar lixo na rua – para que bueiros e bocas de lobo não sejam entupidos, reduzindo alagamento nas cidades e amenizando, também, o risco de leptospirose. “Quando a casa é inundada após as chuvas, geralmente, são em áreas carentes onde tem muito rato e o risco de leptospirose é grande”, explica o subsecretário;
  • Consertar telhado e limpar calhas – para que a água seja escoada corretamente, evitando infiltrações nas partes elétricas e na estrutura das residências;
  • Podar árvores com o risco de queda – esta requer ação do Corpo de Bombeiros ou da administração regional, mas basta uma ligação para um dos órgãos.

Mais recomendações

Durante a chuva, se o nível da água estiver subindo, vá para um lugar seguro. Caso esteja ao ar livre, procure abrigo longe de árvores, pois elas atraem raios e podem cair com a força do vento. Evite usar telefones próximos a tomadas, canos, janelas e portas metálicas. Abra mão de outras ações, como permanecer em água (como piscina, por exemplo), empinar pipas ou segurar objetos metálicos longos que possam atrair raios.

Depois que a chuva passar, é importante verificar se a água que for consumir não foi contaminada por alguma inundação, pois isso pode trazer sérios riscos à saúde. Não use equipamentos elétricos que tenham sido molhados; nem em locais inundados, pois há risco de choque elétrico e curto-circuito.  

Em situações de emergência, o primeiro órgão a ser acionado é o Corpo de Bombeiros pelo número 193. A Defesa Civil é chamada pelos militares quando há ameaça de desabamento, mas a população também deve acionar o órgão caso perceba alguma ocorrência desta natureza.

A Defesa Civil também orienta a população via SMS quanto aos procedimentos que precisam ser adotados diante do risco de inundações, alagamentos, temporais ou deslizamento de terra. Para se cadastrar basta enviar uma mensagem com o CEP para o número 40199. O serviço poderá ser cancelado a qualquer momento.

Com informações da Agência Brasília


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade