fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

GDF decide manter o Nota Legal

Governo voltou atrás após acatar sugestões de parlamentares, que pedem a permanência das regras do Nota Legal

Aline Rocha

Publicado

em

Nota Legal
PUBLICIDADE

Da Redação
[email protected]

Após a repercussão negativa com as alterações do Programa Nota Legal, que o governo anunciava o corte dos descontos do IPVA e IPTU e instituia a criação de um programa de milhagens, o governo do Distrito Federal voltou atrás.

“O governo é sensível às críticas, a sugestões de parlamentares e aos anseios da população. Faremos as contas para ajustar”, justificou o secretário de Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão, André Clemente.

O senador Reguffe intercedeu pela manutenção das regras atuais do progaram e anunciou em suas redes sociais que “Em nome da população do DF, agradeço ao secretário pela sensibilidade. É um programa importante para a população”, justificou Reguffe.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Dessa forma, os consumidores que registrarem o CPF ou o CNPJ no ato das compras poderão usar os créditos gerados para abater débitos de IPVA e de IPTU, ou poderão solicitar o depósito dos valores em conta corrente ou poupança, como já é feito hoje.

Ainda assim, as alterações serão acrescentadas.“Vamos abrir novas frentes”, explicou Clemente. O objetivo é implantar um sistema de carteira digital. Os detalhes ainda estão em debate entre técnicos do governo, sobretudo os especialistas em tecnologia.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade