Siga o Jornal de Brasília

Cidades

GDF decide escorar viaduto tombado por falta de manutenção

Publicado

em

Francisco Dutra
francisco.dutra@grupojbr.com

O governo Rollemberg (PSB) irá fazer o escoramento do viaduto do centro de Brasília parcialmente derrubado por falta de manutenção. Esta foi a primeira decisão da comissão especial de crise, criada Palácio do Buriti, após o desabamento de ontem.

O escoramento não descarta a possibilidade de uma futura demolição da estrutura, conforme sugeriu o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Distrito Federal (Crea/DF). “Já se chegou a um consenso de que é preciso um escoramento. E vamos estudar para saber qual é a técnica necessária. E a partir desse escoramento é que vamos estudar se possível fazer uma recuperação ou se é preciso demolir tudo”, afirma o secretário da Casa Civil Sérgio Sampaio.

O GDF definiu duas linhas de ação. A secretaria de Planejamento fará a análise dos viadutos e pontes do DF que precisam de manutenção e que ainda não sofreram acidentes. A Casa Civil agirá especificamente no caso do viaduto do Plano Piloto que caiu.

Hoje já saiu no Diário Oficial do DF a criação da comissão de crise. Os trabalhos serão coordenados pela Casa Civil, com participação do DER, Defesa Civil, Crea, UnB, Clube de Engenharia, Secretaria de Infraestrutura e Novacap.

Questionado se haveria o risco ou possibilidade do governo não ter dinheiro para fazer as obras de recuperação e manutenção preventiva de viadutos, Sampaio cravou: “Isso é prioridade e o dinheiro aparecerá de onde quer que seja. De onde quer que tenhamos que tirar esse esse dinheiro nós tiraremos, para fazer essas obras emergenciais”.


Você pode gostar
Publicidade