fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Funerária condenada por fazer propaganda em hospitais tem recurso negado

Segundo o processo, o parente de um falecido teria sido abordado por agenciador dos serviços prestados pela ré, na saída do Hospital de Apoio do Distrito Federal

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da Redação
[email protected]

Uma empresa de serviços funerários condenada ao pagamento de multa por captação irregular de clientes nas imediações de hospital do DF, teve negado o pedido de recurso junto a 1ª Turma Recursal dos Juizados Especiais Do Distrito Federal.

Segundo o processo, o parente de um falecido teria sido abordado por agenciador dos serviços prestados pela ré, na saída do Hospital de Apoio do Distrito Federal, o qual teria lhe fornecido cartão com seu nome e logotipo da empresa.

De acordo com o juiz relator do caso, a lei distrital veda a presença de pessoas vinculadas a agências funerárias, com vistas ao agenciamento, bem como a venda de produtos ou execução de serviços funerários nas dependências de hospitais públicos e particulares. A denúncia foi realizada no dia seguinte a abordagem.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O recurso da funerária foi negado por unanimidade e a sentença de 1ª instância mantida integralmente, além do pedido de danos morais à imagem da empresa feito pela defesa da própria.

Com informações do TJDFT




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade