Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Funcionários da CEB aprovam proposta e encerram greve

Da Redação
[email protected]

No segundo dia de greve, funcionários da Companhia Energética de Brasília (CEB) decidiram suspender a paralisação, na tarde desta terça-feira (4). Os trabalhadores aprovaram as propostas apresentadas pela empresa e, com isso, os serviços serão restabelecidos nesta noite. Os dois dias de paralisação serão abonados.

De acordo com a assessoria do Sindicato dos Urbanitários (Stiu-DF), foi aprovado um reajuste salarial linear para todos os mil servidores, no valor de R$ 337,65 – que corresponde a 100% do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Além desse reajuste, a categoria receberá um abono temporário. Neste mês de dezembro, os funcionários ganharão um tíquete natalino no valor de R$ 2.860. Outro ponto conquistado foi o ressarcimento das despesas ortodônticas, que passou de 30% para 50%.

Procurada, a CEB apenas informou que “todos os serviços serão restabelecidos com a maior brevidade possível”.

Propostas anteriores

Inicialmente, a CEB propôs apenas 80% do INPC no período, que representou 4%. Na segunda proposta, a companhia aceitou pagar 100% do índice inflacionário em toda as cláusulas econômicas.

Já na terceira proposta, o INPC foi calculado sobre todas as cláusulas econômicas e dividido de forma linear no valor de R$ 337,65 para todos os trabalhadores. As três propostas foram rejeitadas pela categoria em assembleias anteriores.

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA