fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Força-tarefa visita estádio Adonir Guimarães e planeja reforma

O grupo visitou todas as instâncias do estádio, passando pelo gramado, vestiários, banheiros, arquibancadas, tribuna de imprensa

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Nesta sexta-feira (3), uma força tarefa, acompanhada do deputado distrital Claudio Abrantes e coordenada pela deputada federal Celina Leão, secretária de Esporte do DF, fez uma visita técnica à arena. O objetivo é fazer um raio X completo do estádio e de suas necessidades, visando a uma reforma.

Para Claudio Abrantes a reforma do estádio é um sonho. “Trazer de volta a glória do Adonir Guimarães é um sonho que tenho há anos, e que agora temos, sob a orientação do governado Ibaneis Rocha, um norte para que possamos levar adiante essa ideia”, disse. 

O grupo visitou todas as instâncias do estádio, passando pelo gramado, vestiários, banheiros, arquibancadas, tribuna de imprensa, entre outras. Foram avaliadas, de maneira preliminar, as estruturas e dependências do equipamento público. Para isso, o grupo contou com a presença de uma equipe multidisciplinar, com engenheiros e técnicos diversos.

“Esse momento é de extrema importância para nós. O amor da cidade pelo Adonir Guimarães é muito grande, e existe ainda a necessidade da população por esse estádio, que pode voltar a ser um local amplamente utilizado pelo morador de Planaltina”, comentou Claudio Abrantes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Já se preveem para a revitalização a chegada de opções de lazer e cultura, somando-se itens que venham a trazer segurança e a prática da cidadania ao local. Como, por exemplo, a instalação de um posto do BRB e a criação de uma pista de atletismo. Agora, as tarefas foram divididas, para que se chegue a um consenso sobre as demandas do estádio.

Entregue à população em agosto de 1978, o Adonir Guimarães foi palco de memoráveis partidas e campeonatos. No estádio, por exemplo, o ponta-direita Mané Garrincha disputou sua última partida, em 1982. À ocasião, cerca de 12 mil pessoas lotaram cada canto da arena. O jogo foi um amistoso organizado para arrecadar fundos para o jogador, que faleceu cerca de um mês depois. O ex-goleiro Paulo Victor, atual diretor de Futebol do DF, também presente à comitiva da manhã, atuou na partida.

“É por essas e outras que temos aqui um equipamento público de potencial imensurável, no que diz respeito à memória do futebol de Brasília e de Planaltina, de onde saíram tantos craques, e de tudo o que essa estrutura pode trazer para nossa população, para os jovens da cidade”, finalizou Claudio Abrantes.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade