fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Flor da Cambuí deixa Brasília dourada no mês de Dezembro

Pelo menos 250 mil árvores da espécie florescem nesta época do ano

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

250 mil árvores que adoram o clima de dezembro em Brasília, mês com maior incidência de chuva na cidade, aproveitam para florescer, dourando a capital com suas folhas amarelas. 

Da Esplanada dos Ministérios à Avenida das Nações, a espécie, que se chama Cambuí, da um colorido muito especial e lindo à Brasília. A árvore pode atingir até 20 metros de altura. Seus galhos cheios de folhas amarelas chamam atenção de todos que passam. 

Para florir, ela leva de três a cinco anos e dura apenas 60 dias após esse período. Por isso, vale a pena passear pelas ruas da capital e contemplar a beleza da Cambuí. 

A aglomeração desta espécie tornou a via entre a Universidade de Brasília e o Setor de Embaixadas Norte ainda mais especial e linda. Perto dali, a Estrada Parque das Nações (EPN), também foi agraciada com o dourado da árvore. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Esse espetáculo foi admirado por horas pelo engenheiro paulista Rafael Santoro. Ao fazer escala na capital, ele resolveu aproveitar a manhã livre, entre o voo do Maranhão para São Paulo, para contemplar a beleza da cidade. 

Apesar da curiosidade e da admiração pelo legado deixado por Oscar Niemeyer, o engenheiro se encantou com a beleza da árvore da espécie. “É, de fato, muito bela”, disse. Morador de Campinas (SP), ele lembra que na cidade que na sua cidade há um bairro que leva o nome da árvore.

A suavidade da beleza do Cambuí se sobressai até mesmo perto das belas, mas sóbrias, estruturas físicas dos prédios do sistema jurídico brasileiro, como a Procuradoria-Geral da República (PGR). O subprocurador da República Moacir Guimarães despacha no gabinete 504 do Bloco A, virado justamente para o jardim de Cambuí. “Sempre acho um tempinho para contemplá-las diariamente”, conta ele.

As árvores plantadas próximo à PGR ficam ainda mais chamativas graças ao tratamento dado pela Novacap. O tratorista Rafael Leite é responsável por limpar e aparar o mato em volta do caule delas, deixando ainda mais belo o contraste entre o verde o dourado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo o diretor do Departamento de Parques e Jardins da Novacap, Raimundo Silva, a intenção é disseminar a beleza que a árvore proporcionada para outros cantos do Distrito Federal. O viveiro da Novacap possui hoje 150 mil mudas que serão espalhadas por todas as regiões administrativas.  

Mas nem só do intenso amarelo-dourado à moda Vincent Van Gogh, que oferece descontração e otimismo, vive a Cambuí. Como é muita alta, a árvore solta os galhos facilmente. Por isso, não é recomendado seu plantio em estacionamento. 

Com informações de agências. 




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade