fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Feliz da vida, técnico admite: não acreditava em ouro de Maurren

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Após passar dois anos parada em decorrência de sua suspensão por doping, Maurren Maggi não passou a princípio muita confiança para o técnico Nélio Moura quando retornou ao esporte. Depois de ver a atleta se sagrar campeã olímpica nesta sexta-feira no salto em distância, o treinador confessou que não esperava da pupila nada além de uma ‘grande atleta’.


“Quando ela voltou do problema do doping, não sabíamos se voltaria a ser a Maurren de sempre”, declarou Nélio. “Mas com os resultados do primeiro ano de seu retorno, tínhamos a certeza de que ela seria uma atleta olímpica. Talvez não de ouro, mas uma grande atleta”, prosseguiu.


Para o técnico da primeira mulher a conseguir uma medalha de ouro para ao atletismo brasileiro, algo que foi fundamental para a conquista desta sexta nos Jogos Olímpicos de Pequim foi a confiança que Maurren adquiriu antes da final do salto em distância.


“Antes da competição, ela começou a criar um estado mental vencedor e assumiu de maneira contida o favoritismo. “A Maurren sabia que, para fazer com que tudo isso acontecesse, tinha que dar o melhor. E se preparou para isso”, ressaltou.


A medalha de ouro de Maurren Maggi também consagrou Nélio como um dos melhores técnicos do mundo de salto em distância. Antes da prova feminina, ele havia visto seu outro pupilo, o panamenho Irving Saladino, despontar no topo do pódio na disputa masculina. “Não sei se sou o melhor, mas sou o técnico mais feliz do mundo”, concluiu.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade