fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Feirantes relatam queda nas vendas

De acordo com o Sindifeira, medidas precisam ser tomadas para amparar os 19 mil feirantes do DF que ficaram desempregados

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Cláudio Py
redacao@grupojbr.com

O presidente do Sindicato dos Feirantes do Distrito Federal (Sindifeira), Francisco Valdenir Machado Elias, afirma que aproximadamente 60 mil pessoas, entre feirantes e suas famílias, serão afetadas diretamente pelo decreto que determinou o fechamento das feiras no DF. Segundo ele, o prejuízo econômico será bastante alto. “Estamos falando de muito dinheiro”, disse.

De acordo com o Sindifeira, medidas precisam ser tomadas para amparar os 19 mil feirantes do DF que ficaram desempregados. “O sindicato enviou ontem um ofício ao Governo do Distrito Federal e à presidência da CLDF pedindo que o Banco de Brasília (BRB) abra uma linha de créditos ou até mesmo um auxílio financeiro para garantir a sobrevivência dos feirantes de pequeno porte”, informou Francisco.

Delivery

Em relação à transição de alguns vendedores de produtos para o serviço delivery, Francisco diz que pode ser uma boa alternativa, mas ressalta que muitos feirantes não têm dinheiro para custear os gastos iniciais deste tipo de negócio. “O processo de adaptação é demorado e a maioria deles não tem recursos financeiros para investir nisso”, declarou.

O sindicato afirma que os feirantes precisam ter cautela e paciência neste momento de crise. “Nós sabemos que as coisas estão difíceis, mas é preciso ter cuidado e seguir as orientações do governo do Distrito Federal para controlar a pandemia do coronavírus. Vamos esperar um pouco e agir com cuidado”.

Mesmo com as dificuldades de adaptação, os feirantes de alimentos orgânicos Laércio Barbetta, de 50 anos, e Dirlei Pinheiro, de 45 anos, começaram a ofertar os produtos por telefone, em um sistema delivery. “Não tínhamos o número do telefone de muitos clientes, então está sendo um processo difícil para encontrá-los. No entanto, conseguimos algumas vendas após amigos e conhecidos divulgarem o nosso trabalho. Mas, de qualquer forma, reduzimos bastante o lucro”, disse.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade