fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Famílias de Samambaia vivem nova vida após entregas de residências populares

“Todo mundo está feliz demais. Tá sendo tudo de bom”, disse a proprietária de uma das casas

Avatar

Publicado

em

Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Há mais de um mês, Daiane Costa e mais 14 famílias tiveram as suas vidas transformadas em Samambaia. Isso porque o Governo do Distrito Federal (GDF) entregou moradias, a custo zero, para pessoas cadastradas em programas sociais.

“Acordar todos os dias e saber que tudo isso aqui é meu, é a minha felicidade”, contou Daiane, que esperava por um lar há 15 anos. Mãe de sete filhos, ela disse que aguarda a pandemia do novo coronavírus passar, para liberar as crianças de forma a brincar no quintal com os outros vizinhos. Mas, mesmo assim, ela relata que tem vivido um sonho. “Todo mundo está feliz demais. Tá sendo tudo de bom”, disse a proprietária de uma das casas.

No total serão entregues 108 residências. A previsão inicial era de que os contemplados recebessem as primeiras chaves até janeiro de 2021 mas, com a agilização dos profissionais da construção civil, em 30 de abril, os moradores puderam alcar seus móveis em suas casas novas. 

Daiane conta que três dias antes da entrega das casas, a Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab) ligou para ela avisando que o seu lar já estava pronto. “Eu recebi a chave pelas mãos da primeira-dama [Mayara Noronha Rocha]”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Essa é uma realização não só para esses moradores, mas para todo o GDF, foi o que ressaltou o presidente da Codhab, Wellington Luiz.

“O governo Ibaneis tem a sensibilidade em atender a essas famílias que tanto necessitavam de moradia. Porque é assim que o governo e a Codhab trabalham, buscando todos os dias ajudar aqueles que mais precisam. É gratificante fazer parte desse importante momento na vida dessas pessoas”, declarou.

O administrador de Samambaia, Gustavo Aires, disse que esse foi um avanço para a cidade, já que a causa habitacional é uma das principais lutas dos líderes comunitários. “Quando fui avisado de que as casas estavam prontas, fiquei impressionado com a agilidade. Na inauguração, vimos pais e mães de famílias, como a Daiane e Camila, que moravam de aluguel ou em casas de parentes. Essa foi uma grande conquista para todos eles, proporcionada pelo governador Ibaneis”, contou Aires.

Esse é um projeto chamado Módulo Embrião, com sala, cozinha, quarto e banheiro, no qual as famílias não tiveram custo algum. E ter um lar como esse, era o maior desejo da Camila da Silva, que falou estar grata por ela ter sido assistida pelo governo. “Não tenho palavras pra explicar. Nada que a gente vier a dizer vai explicar a emoção que a gente está sentindo de morar aqui”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade