fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Eventos esportivos liberados no Distrito Federal

Determinação publicada no DODF libera as atividades, desde que sejam cumpridas as determinações de segurança

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Nesta terça-feira (22), o Governo do Distrito Federal (GDF), autorizou a realização de eventos esportivos de qualquer modalidade, profissionais ou amadores no DF. A determinação ocorreu por meio do Decreto nº 41.214, publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), que também revoga a proibição do uso recreativo de piscinas de clubes.

A abertura gradual das atividades ocorre mediante uma série de protocolos e medidas de segurança para garantir a saúde da população.

Em parceria com a Secretaria DF Legal, a Secretaria de Esporte (SEL) atua em conjunto com as fiscalizações tributária, de defesa do consumidor, da vigilância sanitária e das forças policiais. No que se refere aos parques, a SEL compartilha a vigilância com o Brasília Ambiental e as respectivas administrações desses espaços públicos.

“Desde o início, quando começamos progressivamente com a retomada das atividades, sempre priorizamos a segurança e o bem-estar da comunidade esportiva, tanto que conseguimos receber e concluir os primeiros campeonatos, após a paralisação, sem ocorrência de casos de Covid-19”, pontua a secretária de Esporte, Celina Leão. “Estamos trazendo de volta saúde e entretenimento aos brasilienses sem colocar vidas em risco. Isso é o mais importante.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nos clubes recreativos, os responsáveis deverão aferir a temperatura dos frequentadores, bem como higienizar frequentemente as mesas e cadeiras de uso coletivo, que devem estar devidamente posicionadas a dois metros de distância umas das outras. E, conforme os protocolos já estabelecidos, as academias, bares e restaurantes podem retomar os serviços, porém com restrições.

Confira, abaixo, as principais medidas divulgadas no decreto.

  • Proibição de público presencial nos eventos
  • Distanciamento mínimo de dois metros entre atletas e profissionais, exceto durante treinamento ou competição
  • Aferição diária da temperatura corporal
  • Afastamento de pessoas que estiverem com sintomas de infecção
  • Higienização prévia dos locais a serem utilizados
  • Uso constante de máscaras, exceto para atletas e árbitros que estiverem em campo.

Com informações da Agência Brasília




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade