fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Espaço da Juventude chega ao Cruzeiro

Cidade ganha uma sala com computadores e conexão à internet para uso dos jovens. Já é a terceira em funcionamento no DF

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O Cruzeiro é a terceira região administrativa a ter um Espaço da Juventude no Distrito Federal, uma sala com 16 computadores conectados à internet destinado à inclusão digital e à capacitação profissional dos jovens. A partir da primeira segunda-feira útil de janeiro, dia 4, o local poderá ser usado como sala de estudos onde os jovens podem acessar aulas a distância, além de cursos profissionalizantes e de empreendedorismo que lhes permitam a inserção no mercado de trabalho.

A inauguração aconteceu nesta sexta-feira (18) com a presença do vice-governador Paco Britto; do secretário de Juventude, Kedson Rocha; do administrador do Cruzeiro, Luiz Eduardo Gomes de Paula Pessoa; da secretária nacional da Juventude, Emilly Coelho; e do deputado distrital Reginaldo Sardinha.

O Cruzeiro tem cerca de 7 mil pessoas entre 15 e 29 anos e a sala é destinada prioritariamente para esse público – ou seja, não há proibição de acesso a outras faixas etárias. Ela funciona na administração regional, que vai gerir o funcionamento da estrutura. Os atendimentos serão feitos em dois turnos, mediante agendamento prévio que poderá ser feito a partir de janeiro pelos telefones 3462-8332 ou 33462-8310.

“Há muitos jovens na cidade que demandam um espaço assim porque em casa não conseguem um lugar adequado para estudar. Em casa tem o cachorro, o irmão. Aqui é silencioso, tem banheiros, água e um clima agradável”, destacou o administrador do Cruzeiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Mas também temos uma população grande de pessoas com mais de 60 anos. A demanda vai acontecer pelos jovens e por pessoas de uma idade mais avançada”, acrescentou Luiz Eduardo Gomes.

Nem estuda e nem trabalha

A Secretaria de Juventude (Sejuv) apresentou o projeto para as administrações regionais com os equipamentos, que foram doados pelo Banco de Brasília (BRB) e, em contrapartida, as administrações se comprometeram a providenciar espaços adequados para a realização das atividades, garantindo a infraestrutura do local e o funcionamento dos aparelhos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O secretário de Juventude afirma que, durante sua gestão na secretaria, os jovens demandavam o espaço para acessar cursos profissionalizantes, aulas remotas, conteúdos de empreendedorismo e até os cursos ministrados por unidades do Centro de Juventude.

“Nós percebemos que muitos não tinham isso em casa, nem computadores nem internet de qualidade. A ideia foi criar esse Espaço da Juventude com o intuito de dar empregabilidade para o jovem e tirar ele do nem nem: nem estuda nem trabalha”, explicou Kedson Rocha.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O secretário lembra que o Riacho Fundo e o Guará já possuem Espaços da Juventude e a ideia é colocar pelo menos mais 17 salas do tipo em funcionamento no primeiro semestre de 2021, inclusive em escolas rurais. “Eu quero ter isso em todas as RAs [regiões administrativas] no futuro”, ressaltou.

Durante a cerimônia, a secretária nacional da Juventude, Emilly Coelho, disse que o projeto será modelo para o Brasil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
>

As informações são da Agência Brasília




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade