Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Envolvido em assalto à agência JK é capturado quase 17 anos depois

Um dos últimos suspeitos de ter participado do famoso roubo da agência JK, em outubro de 2001, no Setor Comercial Norte, foi preso neste sábado (21), em São Paulo. Registrado como Marcel Aparecido da Silva no DF e como Marcelo Reis da Silva em São Bernardo do Campo (SP), o homem foi um dos 12 envolvidos no assalto a 70 cofres na unidade do BRB no edifício Brasília Trade Center, o que levou a um prejuízo de R$ 5 milhões à época.

A Coordenação de Combate ao Crime Organizado, aos Crimes contra a Administração Pública e contra a Ordem Tributária (Cecor) da Polícia Civil do DF trabalhou em conjunto com as autoridades paulistas para fazer a captura, 17 anos após o crime. A identidade do homem foi confirmada pelo Instituto de Identificação da corporação, que atestou se tratar da mesma pessoa dos dois registros civis.

O suspeito participou da ação que fez de reféns o gerente, o superintendente e o tesoureiro do banco, bem como suas famílias, totalizando 17 vítimas confinadas em uma mansão no Park Way. Armados, os assaltantes pegaram as senhas do alarme e os segredos dos cofres para, então, ir à agência. Eles levaram, além de dinheiro, títulos e objetos de valor. Considerando a inflação do período, roubaram o equivalente a R$ 14 milhões.

Você pode gostar
Publicidade