fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Em nota, CBMDF sai em defesa da corporação

No último domingo (23), um incêndio em uma casa na QR 425 de Samambaia deixou três mortos e um ferido

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Guilherme Gomes
[email protected]

No último domingo (23), um incêndio em uma casa na QR 425 de Samambaia deixou três mortos e um ferido. De acordo com alguns vizinhos da casa, os bombeiros demoraram para chegar no local porque imaginavam que a ligação era um trote. Após o ocorrido, o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), por meio de uma nota de esclarecimento, se posicionou sobre a ocorrência.

O CBMDF lamentou as mortes e os feridos em decorrência do incêndio e destacou alguns pontos para a compreensão do atendimento. Os bombeiros levaram 7 minutos para chegar até o local da ocorrência. De acordo com eles, esse tempo é mundialmente conhecido com padrão de excelência para resposta a incêndios. 

Na nota, o CBMDF destacou que o combate às chamas só pode ser iniciado depois da análise do Comandante da Operação, ele irá informar qual técnica deve ser usada para conter as chamas. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Corpo de Bombeiros do DF lembrou que o tempo resposta é contado a partir do momento da ligação. “O cidadão comum, que assiste a uma emergência como essa, tende a considerar como tempo resposta o período desde a percepção do incêndio até a chegada do socorro, não subtraindo deste tempo o lapso gasto nas tentativas de apagar o fogo e socorrer por meios próprios as vítimas e enfim ligar 193”. 

Por fim, o CBMDF afirmou que preza por um atendimento de excelência e que oferece a população um padrão de socorro que é referência no mundo.

 




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade