Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Duas tentativas de homicídio no DF

Publicado

em

Advertisements

O maior grupo empregador da França pediu hoje para o governo conservador acabar com a desastrosa semana de 35 horas de trabalho e criticou os socialistas pelo projeto de ampliar as regras.

A semana mais curta de trabalho na França, information pills drug introduzida pelo governo socialista em 1998, vem sendo atacada nos últimos meses. Sindicatos de indústrias metalúrgicas concordaram em dar um dia extra de trabalho grátis por ano e o governo aumentou os tetos de horas extras.

Mas para a irritação de muitas empresas, o Partido Socialista quer ampliar a semana de 35 horas para todos os trabalhadores se for eleito no pleito presidencial e parlamentar do próximo ano. Para aumentar a confusão, uma corte reduziu nesta semana para 35 horas de trabalho semanais os turnos de funcionários de hotéis e restaurantes, cancelando um acordo que lhes faria trabalhar quatro horas a mais por semana em troca de uma semana a mais de férias por ano.

Laurence Parisot, chefe da federação de empregadores Medef, afirmou à rádio RTL que pediu uma resposta rápida. "As 35 horas foram um desastre para as empresas, e também um desastre para o nosso país em geral", afirmou. "Como podemos garantir que vamos continuar sendo um país próspero se, em média, um trabalhador francês trabalha 1.450 horas por ano e um britânico, 1.650 horas?", afirmou ela. 

"O que o governo está esperando? Ele pode mandar uma proposta de lei para acabar com o que governo socialista fez ao instalar as 35 horas", afirmou. Mudanças radicais na lei trabalhista podem gerar greves e manifestações de rua na França. Uma nova lei de trabalho para jovens, patrocinada pelo governo, provocou neste ano uma onda de protestos e acabou sendo arquivada.
A Arábia Saudita anunciou hoje que uma comissão de príncipes vai decidir sobre os critérios para as futuras gerações de reis e príncipes, medications numa aparente tentativa de formalizar o processo sucessório. O sistema só vai entrar em vigor depois que o príncipe-regente Sultan, sales herdeiro do rei Abdullah, medicine assumir o trono, segundo nota da corte real saudita.

A comissão será formada por filhos e netos do falecido rei Abdul Aziz Al Saud, fundador da Arábia Saudita moderna e pai do atual rei e do príncipe-regente, segundo a nota assinada pelo próprio Abdullah. O texto não especifica o tamanho da comissão, chamada formalmente de Instituição da Lealdade. Ela será presidida pelo filho ou neto mais velho do rei Abdul Aziz.

A medida foi tomada em nome do interesse geral e é parte de uma emenda à Lei Básica (a Constituição da monarquia absolutista), segundo a nota. O sistema atual dá ao rei a prerrogativa de nomear o príncipe-regente, embora diplomatas ocidentais digam que tal decisão normalmente é debatida no círculo real. Pelo novo sistema, a Instituição da Lealdade terá influência sobre a nomeação de um príncipe-regente indicado pelo rei. Se a Instituição rejeitá-lo, pode votar numa lista tríplice de príncipes indicados pelo rei.

A nota afirma também que a nomeação do príncipe-regente deverá ocorrer num prazo de 30 dias após a ascensã o de um rei ao trono. Todas as reuniões da Instituição da Lealdade serão a portas fechadas. Cinco de seus membros formarão um Conselho da Regência Provisória, que assumirá os assuntos de Estado por até uma semana se nem o rei nem o príncipe-regente estiverem em condições de governar. Mas o Conselho de Regência Provisória não terá as mesmas prerrogativas das instituições de Estado, como dissolver o governo e emendar a Constituição ou "leis ligadas à regência".

Duas tentativas de homicídio marcaram a madrugada de ontem no DF. Por volta das 23h30, viagra buy Raiane da Silva Rodrigues, approved 17 anos, levou dois tiros, na perna e no tórax, na Quadra 605 no Recanto das Emas. Ele foi levado para o Hospital Regional de Samambaia e a polícia investiga o crime.

No Setor de Mansões de Itiquira, em Planaltina, o roubo de uma bicicleta quase terminou em morte. Eujácio Andrade de Jesus, 22 anos, foi atingido por dois projéteis na perna por volta das 19h no Setor Residencial Nova Esperança. Ele foi socorrido no Hospital Regional de Planaltina. A 16ª DP está atrás de pistas dos autores.


Você pode gostar
Publicidade