fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Distrital aprova hospital de campanha do Mané Garrincha

O presidente da comissão de saúde da CLDF Fábio Felix visita hospital de campanha, aprova, mas também aponta uma fragilidade

Aline Rocha

Publicado

em

Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Na manhã desta terça-feira (26) o deputado distrital Fábio Felix, da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), em parceria com a OAB-DF, Sindenfermeiros, Coren e o Conselho de Saúde do Distrito Federal, visitou o Hospital de Campanha montado no Mané Garrincha para atender pacientes diagnosticados com coronavírus na capital. 

Foto: Divulgação

Segundo Felix, durante a fiscalização, foi possível observar que o hospital tem as condições adequadas para realizar o atendimento à população, “tendo em vista que é um hospital de campanha, um hospital provisório”. 

“O hospital está equipado, tem hoje a possibilidade de 197 leitos a serem ocupados e tem apenas 20 leitos ocupados de fato, com casos moderados da covid-19 que estão sendo, aparentemente, nós tivemos a possibilidade de verificar, bem cuidados, bem tratados pela equipe de saúde e com os equipamentos necessários”, afirmou o deputado. 

Foto: Divulgação

 Mesmo já estando preparado para receber os pacientes, Felix enxergou algumas fragilidades. “A primeira delas é que ele é um hospital de campanha, então todos os fluxos e profissionais são novos, que vão ter que se adequar a esse atendimento”, explica. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“A segunda fragilidade é que está ainda em estruturação. Ele não tem ainda todos os equipamentos necessários para o atendimento, ou todos os equipamentos que o GDF contratou para esse atendimento”, continua. Segundo ele os 197 foram contratados com equipamentos de monitoramento mas nem todos já foram instalados e nem todos os leitos tem oxigênio encanado. 

Foto: Divulgação

O deputado explica que esses são problemas de logística para a chegada do equipamento, como todos os outros centros de saúde têm tido. “Para mim, o saldo é que o hospital de campanha é positivo, tem condições de fazer o atendimento adequado à população ao que se propões”, afirma.

Segundo o distrital, ainda serão feitas análises de gastos e contratuais de acordo com o que foi analisado durante a visita , que deverá divulgar um relatório de trabalho. O deputado pediu, então, a convocação do Secretário de Saúde do DF para falar sobre o hospital de campanha na CLDF ainda nesta semana. 




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade