Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Distritais criticam recentes exonerações na Saúde: ‘Não resolvem o problema’

“O governo transfere a culpa para o servidor” disse deputado Reginaldo Veras (PDT)

Publicado

em

Publicidade

Da Redação
redacao@grupojbr.com

Segundo a Câmara Legislativa do DF as duas últimas edições do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) anunciaram a exoneração de Sócrates Ornelas, então diretor do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), e de Luciano Almeida, que estava à frente da Região de Saúde Central. As demissões, que aconteceram após a suspensão de cirurgias no HRAN por problemas no ar-condicionado, receberam críticas de parlamentares na sessão da Câmara Legislativa desta quinta-feira (10).

Para o deputado Professor Reginaldo Veras (PDT), primeiro a tratar do assunto em plenário, a decisão do governador Ibaneis Rocha “não resolve o problema”: “O Dr. Sócrates e o Dr. Luciano são empenhados e competentes servidores públicos e foram exonerados porque o ar-condicionado não estava funcionando. Inúmeros pedidos de reparação haviam sido feitos. O ar não funciona porque é o mesmo há 38 anos”, disse. Veras lembrou que o HRAN já teve outros três diretores apenas este ano e defendeu que “o governo transfere a culpa para o servidor para ludibriar a população”.

O deputado Chico Vigilante (PT) também criticou as exonerações: “Não há condição para desempenhar as funções. Os recursos estão todos centralizados na Secretaria de Saúde”.

Publicidade

Outro distrital a dirigir críticas ao governo foi o deputado Leandro Grass (Rede): “São respostas que não geram soluções ao problema”. O distrital ainda lamentou a falta de repasses do GDF para clínicas credenciadas para oferecer serviços de hemodiálise a pacientes com problemas renais. “Tem dinheiro para pagar os supersalários do IgesDF, muitos acima do teto constitucional, mas não tem para pagar elementos essenciais”, condenou.

 

Com informações da CLDF. 


Você pode gostar
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *