fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Dia de banho na Rodoviária

Aos domingos, grupo oferece serviços de higiene a pessoas em situação de rua

Lindauro Gomes

Publicado

em

Grupo Banho do Bem promove, todos os domingos, um banho solidário na Rodoviária. Foto: Vitor Mendonca/Jornal de Brasilia
PUBLICIDADE

Larissa Galli
[email protected]

Todo domingo é dia de banho para as pessoas em situação de rua que vivem próximo ao centro de Brasília. O caminhão do grupo Banho do Bem estaciona no piso inferior da Rodoviária do Plano Piloto semanalmente, das 15h às 19h, para oferecer serviços de higiene a quem precisa. Ontem, os voluntários contaram com a participação especial da Polícia Militar do Distrito Federal.

A PMDF repassou aos voluntários do grupo doações recebidas na campanha de arrecadação da corporação, que acontece desde o começo do ano.

Entre os itens doados estão, principalmente, roupas de frio e cobertores, para aquecer a população nas noites frias de julho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo o soldado Renato Oliveira, “nós da PM estamos na rua para ajudar o cidadão; é muito gratificante poder trazer um pouco mais de dignidade para quem precisa”.

A polícia vem fazendo a distribuição das roupas arrecadadas desde o dia 4 de junho. De acordo com informações da PM, vários locais – como asilos, creches e instituições de apoio a pessoas que usam álcool e outras drogas – já receberam as doações.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quem quiser doar pode deixar os itens em qualquer batalhão da PM no DF, ou, então, entregá-los diretoramente nas viaturas.

Banho do Bem

Os voluntários do grupo Banho do Bem vão à Rodoviária para oferecer banhos às pessoas em situação de rua há um ano e oito meses.
Quatro chuveiros foram instalados dentro de um ônibus para atender a demanda. Por dia, são oferecidos em média 40 banhos quentinhos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os assistidos podem escolher uma muda de roupa limpa para se vestir. Também são oferecidos corte de cabelo e higiene bucal.

O coordenador do projeto, Walter de Pádua Soares Júnior, de 51 anos, explicou que todas as roupas distribuídas são provenientes de doação – e que passam por uma triagem e depois são expostas para que os assistidos escolham. “Queremos agradecer a PM, que hoje trouxe essa doação que vai nos ajudar bastante. Sem a ajuda de todos esse trabalho não é possível. Precisamos de todo apoio”, declarou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
>

O vendedor de bombons e guardador de carros Joilson da Silva saiu do banho ontem perfumado e de roupa nova e limpa. Atualmente, ele mora em um albergue, mas já esteve em situação de rua por três meses.
“Conheci esse ônibus do banho quando morava aqui na rodoviária. Algumas semanas a gente ficava vários dias sem tomar banho e é muito difícil. Depois de uma chuveirada a gente fica até animado pra sair da rua e seguir em frente”, disse.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade