Siga o Jornal de Brasília

Cidades

DF tem maior e menor gabinete do senado

Enquanto Izalci Lucas tem 85 funcionários no seu gabinete, Reguffe tem apenas oito. A média de servidores por gabinete é de 34 pessoas

Publicado

em

Larissa Galli
redacao@grupojbr.com

Eleito senador da República no ano passado, Izalci Lucas (PSDB) é o responsável por empregar o maior número de funcionários no Senado. O levantamento foi feito pelo portal UOL, mas os dados estão disponíveis para o público no site de transparência do órgão legislativo.

Ao todo, Izalci Lucas paga 85 funcionários com dinheiro público. No gabinete do senador, são 60 pessoas, sendo 56 comissionados e quatro efetivos. Nos escritórios de Apoio, 25 funcionários completam o quadro, todos comissionados.

Ou seja: somente o gabinete de Izalci tem mais servidores que o número total de senadores do país, 81.

Os salários variam entre R$ 21,9 mil e R$ 29,4 mil por mês para os que possuem cargos efetivos.

Já os funcionários comissionados recebem entre R$ 2.249 e R$ 17,9 mil mensais.

Em nota, a assessoria de imprensa de Izalci justificou a quantidade de funcionários dizendo que “o senador é um dos mais atuantes do Parlamento brasileiro e esteve presente em 99% das sessões plenárias, além de ter atuação de destaque nas comissões permanentes e temporárias”.

Ainda de acordo com a nota, o senador necessita de assessoramento para que os trabalhos legislativo e de ouvir a população sejam realizados de forma eficiente.

Nesse sentido, os assessores atuam nas comissões, Plenário do Senado e do Congresso, participam de reuniões do partido, de eventos do Legislativo, Executivo e Judiciário, de audiências e reuniões em órgãos do governo e atendem às demandas das cidades do Distrito Federal e do restante do Brasil”.

A assessoria também esclareceu em nota que cada senador tem direito a 11 cargos que podem ser divididos em até 50 funcionários.
O senador Izalci optou por ter mais funcionários, com salários menores. Os servidores do quadro efetivo têm o mesmo custo, estando ou não no gabinete”. Os 85 auxiliares do parlamentar custam R$ 553 mil por mês, o equivalente a R$ 6,6 milhões por ano.

Saiba mais 

Segundo informações do UOL, os 81 parlamentares do Senado empregam 2.764 pessoas, o que contabiliza uma média de 34 assessores por senador, 51 a menos que o total empregado por Izalci.

Os outros senadores que representam o Distrito Federal no Congresso Federal possuem um número menor de funcionários.

Leila do Vôlei (PSB) emprega 38 pessoas no total.

Já Reguffe (sem partido), conta com somente oito funcionários no gabinete.

Os outros dois senadores foram procurados pelo Jornal de Brasília. A assessoria de Leila informou que a senadora estava em um evento e não conseguiria falar sobre o assunto até o fechamento desta matéria. Reguffe não quis falar.


Você pode gostar
Publicidade