fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Delmasso aponta irregularidades em contrato de presídios

De acordo com ele, a partir de documento da Controladoria Geral do DF, foram encontrados indícios de superfaturamento

João Carlos Magalhães Teles

Publicado

em

PUBLICIDADE

No pronunciamento desta quarta-feira (16) do deputado Delmasso (Republicanos), o parlamentar revelou irregularidades no contrato assinado há cinco anos para a construção de quatro novos presídios no Distrito Federal.

De acordo com ele, a partir de documento da Controladoria Geral do DF, foram encontrados indícios de superfaturamento, além de constatado o pagamento por obras não executadas, bem como a devolução de recursos à União sem autorização da CLDF.

“É um caso muito grave, que ainda não foi alvo do Ministério Público”, avaliou o parlamentar. Os recursos – no valor total de R$ 80 milhões – para as obras eram oriundos do Ministério da Justiça e a Novacap foi escolhida como executora do contrato. De acordo com o levantamento, foram transferidos para o consórcio que ganhou a licitação R$ 66 milhões. Destes, cerca de R$ 23 milhões referiam-se a partes que não foram entregues. “O relatório foi elaborado por um órgão do próprio GDF e é datado de outubro de 2018”, assinalou Delmasso, lembrando que o governador à época era Rodrigo Rollemberg.

Com informações da CLDF

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade