fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Crédito do BRB vai “salvar vidas e a economia”, crê deputado

Banco lançou linha de crédito para prédios promoverem reformas. Há edifícios no DF que têm a idade de Brasília e nunca foram reformados

Willian Matos

Publicado

em

Foto: Acacio Pinheiro / Agência Brasília
PUBLICIDADE

A linha de crédito para que condomínios possam realizar reformas foi lançada pelo Banco de Brasília (BRB) na quinta (26). A medida, sugerida pelo deputado federal Luis Miranda (DEM-DF), deve beneficiar a população e a economia da capital. Isso porque os edifícios terão recursos a baixo custo para reformar paredes, pilastras e fachadas e realizar manutenção em elevadores, por exemplo.

“Mais uma vez conseguimos uma excelente parceria com o BRB, que eu tenho certeza que vai salvar vidas e a economia”, comemorou o deputado. A ideia surgiu porque muitos condomínios do DF precisam de reformas emergenciais, já que alguns foram construídos praticamente junto com Brasília e nunca passaram por grandes reparos.

Luis Miranda relembra que o desabamento de uma garagem de um prédio residencial, na Quadra 210 da Asa Norte, em fevereiro de 2018, poderia, talvez, ter sido evitado caso o condomínio tivesse esse crédito do BRB à disposição. Na ocasião, os próprios moradores arcaram com a reconstrução do edifício.

Quem adquirir o crédito, terá mensalidades com juros de 0,49% ao mês e carência de seis meses para começar a pagar. O condomínio terá até 60 meses para quitar o empréstimo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O programa também deve gerar empregos. Há a estimativa de que sejam abertas pelo menos 20 mil vagas diretas a partir do início de 2021, o que deve auxiliar a economia. Uma revitalização de fachada, por exemplo, requer uma média de R$ 2 milhões. Existe ainda uma demanda reprimida de 1,5 mil obras que precisam de reforma.

O pacote do BRB ainda inclui outros benefícios. Quem quiser aderir poderá ter seguro condominial parcelado em 10 vezes e 15% de desconto no seguro residencial, além de cartão de crédito especial e simplificação na abertura de conta.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade