fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Coronavírus: GDF desativa postos de drive thru e passa a testar nas UBSs

A partir de agora, uma vez que o DF se aproxima do pico da covid-19, Secretaria de Saúde vai focar em testar aqueles que apresentam sintomas

Avatar

Publicado

em

Foto: Vítor Mendonça/Jornal de Brasília
PUBLICIDADE

A partir desta segunda-feira (29), os postos de testagem para a covid-19 no Distrito Federal estarão desativados. Agora, os testes serão feitos nas 172 unidades básicas de saúde (UBSs) da capital.

A Secretaria de Saúde assegura que todas as UBSs estão aptas a atender a população. A mudança foi realizada por conta da aproximação do pico do novo coronavírus no DF, como explica o secretário ajunto de Assistência à Saúde, Ricardo Tavares.

“Nesta fase próxima do pico da pandemia, alteramos o plano de ação das testagens. Na população, estamos focando os testes nas pessoas sintomáticas, e dependendo da fase de evolução, ou é indicado o do tipo rápido ou o swab”, afirma. “A pessoas vão ser avaliadas antes pelos profissionais de saúde. Não será como nos drive-thrus”, complementa.

Desta forma, a partir de agora, os testes serão ainda mais voltados àqueles que apresentam sintomas de infecção pela covid-19. Os exames dos sintomáticos são coletados nas próprias unidades. Além disso, é realizada a estratégia duplo fluxo, em que os pacientes com quadros respiratórios entram em fluxos separados na unidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Swab x rápido

Além dos testes rápidos, as unidades básicas de saúde oferecem testes RT-PCR para a Covid-19. Esse tipo de teste é realizado a partir da amostra colhida com o swab por nasofaringe, que são materiais genéticos obtidos da mucosa do fundo do nariz ou da garganta com uma haste flexível (cotonete).

A partir do terceiro dia com sintomas, até o sétimo, já é indicado fazer o teste do swab (cotonete). A partir do oitavo dia, pode ser o teste rápido, porque os anticorpos são mais detectáveis.

Assintomáticos

Caso um paciente não apresente sintomas, mas esteja em contato com pessoas sintomáticas, a Secretaria de Saúde recomenda que o paciente fique em isolamento social. Além disso, quando algum membro da família testa positivo para a Covid-19, todos do grupo familiar são orientados a ficarem em isolamento, recebendo atestado de 14 dias para observação dos sintomas.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade