Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Confusão por atendimento na UPA de Ceilândia termina com dois presos

Um homem e uma mulher acabaram detidos e levados à delegacia após uma confusão na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ceilândia, na QNN 27.

Segundo a Polícia Militar, o caso ocorreu por volta da 0h deste sábado (22), quando o homem tentou entrar na UPA com fortes sinais de embriaguez. Sem ter feito a triagem nem ter preenchido o formulário necessário para atendimento, ele foi barrado pelo segurança e pelo policial militar que estava de serviço no local.

Após o impedimento, o homem, muito agressivo, passou a destruir o balcão de atendimento. Ele teria atirado o balcão no chão e xingado o policial. O suspeito, então, foi algemado com a ajuda de outras pessoas que estavam na unidade.

Ainda conforme as informações da PMDF, no meio de toda a confusão, uma mulher testemunhou a ação filmando o fato com seu celular. Em razão disso, o policial “solicitou que a senhora se dirigisse juntamente para a delegacia com seu aparelho como testemunha do fato”, segundo a corporação. No entanto, a mulher teria negado colaborar com a polícia e ainda questionou e xingou o militar.

Ambos foram levados à delegacia. Ainda assim, a mulher continuou com palavras de baixo calão. Por isso, foi autuada em flagrante por desacato, desobediência e injúria racial. O homem, por sua vez, responderá por dano ao patrimônio.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA