fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Confusão: indígenas fazem três trabalhadores reféns no Noroeste

As vítimas trabalhavam na obra da via W9 e foram liberadas após mediação da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). O caminhão permanece na aldeia

Avatar

Publicado

em

PMDF no Noroeste. Foto: Vítor Mendonça/Jornal de Brasília
PUBLICIDADE

Aline Rocha e Vítor Mendonça
[email protected]

Na tarde desta segunda-feira (13) aconteceu uma confusão entre indígenas e trabalhadores da região Noroeste, no Distrito Federal (DF). Ao Jornal de Brasília, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) relatou que um um grupo de indígenas fez três trabalhadores reféns. 

Os três estariam em um caminhão, na obra da via W9, quando foram abordados pelo grupo. Eles foram obrigados a dirigir até o interior da aldeia e ficaram em situação de cárcere privado por cerca de 1 hora. Os indígenas exigiam reunião com representantes da Terracap e da Funai para liberação dos trabalhadores. 

A PMDF interveio e, durante a medição, conseguiram a liberação dos homens, mas o caminhão permanece na aldeia. Chefes da tribo estão, neste momento, em reunião com representantes da Funai e de outras entidades. Eles reivindicam água encanada, luz e habitação para as crianças da região. A ocorrência de cárcere privado foi registrada na 2ª Delegacia de Polícia (DP), na Asa Norte. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Aguarde mais informações




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade