Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Chuvas e ventos fortes deixam DF em estado de alerta segundo Inmet e Defesa Civil

Defesa Civil alerta sobre o risco de alagamentos e quedas de árvores 

Letícia Perdigão

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da redação
redacao@grupojbr.com

O Instituto Nacional de Meteorologia alertou nesta terça-feira (3), para os ricos de chuvas intensas, com ventos que podem alcançar de 40km/h a 60km/h. As chuvas devem ficar entre 20mm até 50mm por dia. Os moradores do Distrito Federal devem ficar atentos. 

O Inmet ainda instrui que, em caso de rajadas de vento, a população não se abrigue embaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas. Assim como, não estacionar veículos próximos a torres e placas de propaganda. 

A Defesa Civil também alertou para o risco de ventos fortes, alagamentos, raios e quedas de árvores durante todo o dia.

O aviso foi enviado aos telefones cadastrados no sistema do órgão. Para recebê-los, é necessário fazer um cadastro prévio, enviando o CEP para o número 40199.

De acordo com o subsecretário de Defesa Civil, coronel Sérgio Bezerra, é importante que o Brasiliense esteja atento e siga as orientações do órgão. “É importante a população permanecer atenta. Para evitar acidentes, no trânsito, se condutor não conseguir ver o meio-fio, que tem em torno de 25 centímetros de altura, o ideal é mudar de rota para não perder o veículo e nem arriscar a própria vida”, orienta Bezerra. 

Ele acrescenta que, no caso de alagamento inevitável, a pessoa deve sair do carro imediatamente.

 Seguem as orientações:

Para quem estiver na rua quando começar uma chuva, a Defesa Civil faz as seguintes recomendações:

– Não segurar objetos metálicos longos, como varas de pesca e tripés;

– Não empinar pipas ou aeromodelos com fio;

– Não andar a cavalo;

– Não permanecer na água;

– Evitar lugares que ofereçam pouca ou nenhuma proteção contra raios, como pequenas construções não protegidas (celeiros, tendas ou barracos) e veículos sem capota, como tratores, motocicletas ou bicicletas;

– Não permanecer em áreas abertas, como campos de futebol, quadras de tênis e estacionamentos;

– Não permanecer no alto de morros ou no topo de prédios;

– Não se aproximar de cercas de arame, varais metálicos, linhas elétricas aéreas e trilhos;

– Nunca se abrigue debaixo de árvores isoladas.

Piscinas

Durante as chuvas, a orientação é não entrar em piscinas ou lagos por conta do risco de raios e descargas elétricas. Em rios e cachoeiras, o problema é agravado pela possibilidade de tromba d’água.

No caso de inundações, se começar a entrar água dentro de casa, a orientação é desligar o disjuntor para evitar o risco de eletrocussão. O religamento da rede só deve ocorrer depois que ela for revisada, para que não haja colapso no sistema.

Emergências

Em situações de emergência, o primeiro órgão a ser acionado é o Corpo de Bombeiros Militar do DF, pelo 193. A Defesa Civil é chamada pelos bombeiros quando há ameaça iminente de desabamento de estruturas.

Canal direto

O canal direto com a Defesa Civil, para esclarecimento de dúvidas ou solicitações, é o 199 ou pelos telefones 3362-1906/1909.

Com informações da Agência Brasília. 


Leia também
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade