Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Chapas de aço vão escorar viaduto na Galeria dos Estados

Publicado

em

Publicidade

Jessica Antunes
jessica.antnes@grupojbr.com

Chapas de aço começaram a chegar, na manhã desta quinta-feira (8), no local dos escombros do viaduto sobre a Galeria dos Estados, no Eixo Rodoviário Sul. Uma fonte da Defesa Civil confirmou ao Jornal de Brasília que, a princípio, o material será utilizado para o escoramento das extremidades do elevado. Depois de seguras, segue ao resto da estrutura.

Na quarta-feira (8), peritos fizeram imagens em 3D do local para auxiliar na simulação, que vai constatar o que aconteceu e de que forma a estrutura foi abalada. Por enquanto, o grupo de trabalho prefere não dar prazo para conclusão do laudo pericial.

Uma força-tarefa de especialistas está no local avaliando a estrutura. Entre eles, Bruno Contarini, engenheiro calculista da obra do viaduto que trabalhou junto a Oscar Niemeyer na construção de Brasília. Aos 84 anos, ele foi chamado para colaborar com as investigações que devem apontar a causa do desastre no coração da capital do Brasil. Contarini foi um dos responsáveis por projetos como o Minhocão da Universidade de Brasília (UnB) e o Teatro Nacional.

João Stangherlin/Jornal de Brasília

Vídeo do desabamento

Uma câmera de um prédio do Setor Bancário Sul flagrou o momento em que parte do Viaduto Galeria dos Estados foi ao chão, às 11h45 de terça-feira (6). No vídeo, é possível ver a grande movimentação de carros na pista. No entanto, por sorte, nenhum passava no exato lugar do desabamento.


Você pode gostar
Publicidade