Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Centro Cirúrgico do Hospital do Gama foi reaberto nesta segunda (2)

Com os esforços da Secretaria de Saúde, a recuperação do espaço foi feita em tempo recorde e o espaço foi entregue antes do prazo previsto

Aline Rocha

Publicado

em

Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília
PUBLICIDADE

Da Redação
redacao@grupojbr.com

Nesta segunda-feira (2) o Hospital Regional do Gama (HRG) reabriu o Centro Cirúrgico, que estava desativado após receber manutenção corretiva de recuperação da estrutura, que foi danificada em decorrência de um vazamento de água da chuva. Com os esforços da Secretaria de Saúde, a recuperação do espaço foi feita em tempo recorde e o espaço foi entregue antes do prazo previsto. 

A primeira cirurgia feita no local foi um parto cesárea, que foi feito assim que a Vigilância Sanitária e a Comissão de Controle de Infecção Hospital (CCIH) avaliaram as obras e liberaram o funcionamento. “Agradecemos a todos os servidores e gestores do HRG, que direta ou indiretamente participaram desta recuperação. O centro cirúrgico do hospital foi entregue depois de oito dias de esforços. É um tempo recorde”, destaca a secretária-adjunta de Assistência à Saúde, Lucilene Florêncio.

A previsão de término da manutenção era de 20 dias, mas o trabalho conjunto de toda a equipe do hospital e do apoio da rede fez com que o reparo fosse concluído antes da data estipulada. “Essa retomada tão rápida do Centro Cirúrgico só foi possível com a colaboração de todos”, ressaltou o superintendente da Região de Saúde Sul, Lucimir Henrique Maia.

A força-tarefa agilizou a correção das falhas – como a troca do forro de gesso, da rede elétrica e realizadas alterações na tubulação para aumentar a capacidade de escoamento da água. “A organização do trabalho foi a peça-chave para o êxito”, ressalta a diretora do HRG, Katymara Meira Borges.

Assistência

Durante a manutenção corretiva, foi montado um plano de ação para atender à população. O Pronto-socorro e todas as outras áreas do hospital continuaram atendendo normalmente, à exceção do centro cirúrgico. As cirurgias foram transferidas para outros hospitais, que seguiram um protocolo do plano de emergência da pasta e que mobiliza toda rede.

Nesse período, todos os setores do HRG mantiveram a assistência em funcionamento, sem necessidade de pacientes serem deslocados para outros hospitais. O corpo de técnicos e gestores manteve as ações e se esforçou para garantir toda a assistência.

Humanização

O HRG é a maternidade que mais faz parto Distrito Federal. E tem um diferencial no primeiro acolhimento às pacientes, que é o balcão de atendimento do hospital. O primeiro contato aproxima o servidor e a paciente, pois o balcão sem divisórias torna o atendimento mais humanizado.

Revitalização

A estrutura do Hospital Regional do Gama é antiga e durante muitos anos não recebeu manutenção. Para garantir a melhor assistência ao cidadão e condição de trabalho aos servidores, a Secretaria de Saúde tem executado, desde o início deste ano, uma grande ação de revitalização de toda a rede pública de saúde.

Na atual gestão, o HRG, por exemplo, já recebeu a troca do telhado e do encanamento, impermeabilização, instalação de manta, hidrojateamento, alterações hidráulicas e outros serviços. Houve ainda a manutenção do laboratório, banheiros, radiologia e do Pronto-socorro Infantil.

 

Com informações da Agência Brasília


Leia também
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade