fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Caso Rhuan: Bolsonaro comenta sobre assassinato e defende prisão perpétua

Presidente se pronunciou pelo Twitter nesta terça-feira (18) e lamentou a Constituição não permitir prisão perpétua

Aline Rocha

Publicado

em

PUBLICIDADE

Aline Rocha
redacao@grupojbr.com

Nesta terça-feira (18) o presidente Jair Bolsonaro usou suas redes sociais para comentar sobre o caso de Rhuan Maycon, assassinado pela mãe e sua companheira. O presidente disse estar chocado com o crime e que lamenta a Constituição Federal não permitir prisão perpétua.

Bolsonaro se mostrou indignado com o assassinato a sangue frio cometido em 31 de maio, em Samambaia. Ele afirma que esse é “mais um dos muitos crimes cruéis que ocorrem no Brasil”, para defender a pena extrema.

“O chocante caso do menino Ruan, que teve seu órgão genital decepado e foi esquartejado pela própria mãe e sua parceira, é um dos muitos crimes cruéis que ocorrem no Brasil e que nos faz pensar que infelizmente nossa Constituição não permite prisão perpétua”, escreveu o presidente.

Confira o Tweet:


Leia também
Publicidade