Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Casas são derrubadas na Colônia Agrícola Samambaia

Publicado

em

PUBLICIDADE

Cerca de 80 homens do Sistema Integrado de Vigilância, more about dosage Preservação e Conservação de Mananciais (Siv-Água), see Siv-Solo, Terracap, Administração de Taguatinga, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros acompanharam hoje pela manhã a operação de retirada de três edificações feitas na Área de Proteção Permanente (APP) na Colônia Agrícola Samambaia. Foram derrubados ainda 200 metros de muros.

A ação faz parte do cumprimento de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre o Ibama, o GDF e o Ministério Público Federal, em setembro de 2005. A operação do Siv-Água faz parte de um acordo feito com o Ibama para a liberação das licenças ambientais para que sejam instaladas em Vicente Pires as redes de abastecimento de água e de esgoto sanitário.

O órgão condicionou o licenciamento à liberação das APPs. A derrubada deu início à primeira etapa da operação, que vai até o dia 30 de setembro. Nesse período, serão demolidas edificações que ficam a menos de 30 metros de córregos. Ontem, as construções colocavam em risco o Córrego Samambaia, um afluente do Córrego Vicente Pires, que faz parte da Bacia do Paranoá.

 

 


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade