fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Carreata comemora o primeiro aniversário do Sol Nascente/Pôr do Sol

Coleta de lixo na porta de casa, asfalto e rede de esgoto são algumas das conquistas da RA, que ganhou essa alcunha há um ano

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Os moradores do Sol Nascente/Pôr do Sol comemoraram, neste sábado (15), o primeiro ano da 32ª região administrativa do Distrito Federal. No dia 14 de agosto de 2019, o GDF transformou o setor em RA para dar melhorias à região.

Logo cedo os moradores se reuniram no estacionamento da Fundação Bradesco, em Ceilândia, e saíram em carreata pelas ruas da cidade. Primeiro passaram pelo Pôr do Sol e depois pelo Sol Nascente. Pelo menos 50 carros de passeio, caminhonetes e caminhões participaram do comboio. Quem não seguia os veículos, fotografava das calçadas ou acenava da porta de casa. Nas janelas dos carros, várias faixas felicitavam a RA.

No final do trajeto, motoristas e passageiros receberam um pedaço de bolo, doado pela própria comunidade. “Temos uma população com costumes diferentes. A maioria desse povo veio de cidades do interior do país. Gostam de andar na rua, se abraçar e festejar”, afirma o administrador do Sol Nascente/Pôr do Sol, José Goudim Carneiro. “Era para ser uma festa diferente, muito mais animada. Mas foi a maneira que encontramos de comemorar em época de pandemia. Não podíamos deixar a data passar em branco”, completa.

Para José Goudim, os moradores ganharam dignidade com a criação da RA 32. “Esse povo aqui já sofreu demais. Por mais de 20 anos foram de certa forma largados, sem equipamentos públicos e nenhuma infraestrutura”, diz. “Moro aqui há 12 anos. A cidade mudou muito nesse ano e estamos muito felizes com as melhorias que estão chegando”, afirma Joseane da Silva Santos, 38 anos, também moradora do Sol Nascente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma nova cidade

O ano de 2020 foi um ano de entregas para os cerca de 90 mil moradores da cidade. Entre elas, a Escola Classe JK, no Trecho 1 do Sol Nascente, para atender mais de 900 alunos dos ensinos infantil e fundamental. Também foram distribuídas 400 chaves no Empreendimento Imobiliário Parque do Sol.

Além de obras de infraestrutura e dos serviços de manutenção da cidade, como limpeza e recolhimentos de lixo e entulho, pintura de meio-fios e reparos de buracos na rua, o GDF também promete dar um Restaurante Comunitário, um terminal rodoviário e uma creche pública, que tem mais de 50% de conclusão.

Com informações da Agência Brasília




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade