fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Bueiros da W3 Sul passam por processo de limpeza

Ação já retirou 17 toneladas de lixo de bocas de lobo da avenida. No Guará, avançam os serviços de tapa-buracos

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

A região adminitrativa do Plano Piloto está passando por um processo de limpeza nesta semana. Os trabalhadores do Polo Central Adjacente I se concentram para fazer a desobstrução das bocas de lobo da W3 Sul, em um esforço para evitar alagamentos e enchentes que atrapalham o trânsito de pedestres e motoristas. As equipes também trabalham nas ruas da cidade para fazer o recolhimento de galhos de árvores que caíram durante as chuvas e deixar o DF limpo e arrumado mesmo nesta época do ano.

O serviço já foi feito entre as quadras 502 a 511 e, até o final desta semana, todos os bueiros da avenida estarão livres para a passagem da água. Até agora, 64 bocas de lobo foram limpas e 17 toneladas de lixo retiradas. “Tinha folha, lama, garrafas pet e muitas sacolas plásticas que entupiam os bueiros”, afirma o coordenador substituto do Polo Central Adjacente I, Lúcio dos Santos Barboza, que lidera a execução dos serviços.

Joselita de Paula, 53 anos, é dona de um quiosque em frente ao edifício Assis Chateaubriand e diz que basta uma chuva mais forte para que as pistas dos arredores alaguem. “A água transborda pela calçada. Os carros não conseguem passar, as pessoas não conseguem atravessar. Esse é um trabalho de prevenção muito importante”, elogia.

O pedido de intervenção foi feito pela Administração do Plano Piloto e executado pelos servidores do GDF Presente, em parceria com a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e com o Departamento de Trânsito (Detran-DF). “Desde o ano passado, no início do período chuvoso, fazemos esse trabalho baseados nos levantamentos dos pontos críticos feitos pelas administrações”, explica Lúcio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No começo da semana, as equipes do Polo Central Adjacente I percorreram os 16 quilômetros do Eixo Monumental e desobstruíram 348 bocas de lobo com a retirada de 24 toneladas de lixo. A limpeza também foi feita nos bueiros das quadras 700/900 Norte.

“A manutenção de bocas de lobo é fundamental para evitar obstrução e alagamentos no período chuvoso. Também é importante contar com o empenho da população, que deve descartar o lixo no lugar correto. Boca de lobo não pode ser tratada como lixeira”, afirma a administradora do Plano Piloto, Ilka Teodoro.

O GDF Presente também destacou equipe para fazer uma limpeza geral nos jardins do Palácio do Buriti. Eles fizeram roçagem de gramado, podaram árvores e recolheram folhas e galhos das palmeiras dos estacionamentos que ficaram no chão depois das chuvas. Os servidores também fizeram rastelagem e retiraram lixo verde, que encheu a caçamba de um caminhão.

Guará

A Administração Regional do Guará, em parceria com o Polo Central do GDF Presente, intensificou a operação tapa-buracos com o objetivo de zerar todos os buracos das ruas da cidade. Dados da equipe de obras revelam que, de abril a setembro deste ano, foram utilizadas mais de 466 toneladas de massa asfáltica para cobrir buracos mapeados pela administração.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Duas toneladas foram usadas apenas no Conjunto F da QE 42, que estava toda esburacada. Síndico de prédios na quadra, Diogo de Araújo diz que o serviço chegou em boa hora. “O asfalto estava precisando desse cuidado. Passo aqui várias vezes de carro e, agora, teremos mais segurança”, comemorou.

Segundo a administradora do Guará, Luciane Quintana, as equipes contam com a ajuda dos moradores, que registram problemas na pavimentação pelo site da Ouvidoria, pelo telefone 162 e pelo aplicativo e-GDF, na opção Ouvidoria ou Cidades. “Recebemos um apoio importante do GDF, especialmente com o programa GDF Presente – sempre disposto em somar forças seja no reforço de maquinário, de trabalhadores ou no atendimento às demandas dos cidadãos guarenses”, elogia.

Além de cuidar do asfalto, o recolhimento de entulhos é o foco das ações na cidade nesta semana. Só no kartódromo Ayrton Senna, no Guará II, foram retiradas 2 toneladas em um único dia. Outra 1,7 tonelada foi recolhida em frente à Chácara 59 da Colônia Agrícola Águas Claras. Já a Quadra 1 do Setor de Oficinas (SOF) Sul recebeu capina, rastelagem e retirada de terra. Além disso, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) também fez capina e recolhimento de entulhos na QE 38.

As informações são da Agência Brasília

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade