fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Boletim mostra que maioria dos infectados do DF são homens, entre 30 e 39 anos

Confirmando a fala do ministro da Saúde, o documento ainda mostra que 66% dos casos foram registrados no Plano Piloto e região central

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Quarta região com mais números de infectados registrados pelas autoridades, o Distrito Federal contabilizou 312 casos confirmados do novo coronavírus até a tarde desta segunda-feira (30).

Os dados são do Boletim Epidemiológico do Governo do Distrito Federal (GDF). Até o momento, são 177 homens contaminados com mediana de idade de 43 anos, variando entre 0 e 85 anos.

De acordo com o documento, as incidências tem ocorrido em maior escala na faixa etária entre 30 e 39 anos, diferentemente do que se tem observado em outros lugares.

Entre os casos confirmados, 30 (9,6%) estão hospitalizados, 20 destes em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Como noticiado pelo Jornal de Brasília em primeira mão, o DF conta com dois óbitos.

No dia 28 de março foi confirmado um óbito de uma paciente do sexo feminino, de 61 anos que apresentava comorbidade. No dia 29 de março foi a óbito o segundo paciente com confirmação laboratorial para COVID – 19. O paciente de 77 anos também apresentava algumas comorbidades.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Coronavírus ainda longe do entorno

Durante a coletiva do Governo Federal, na tarde desta segunda, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, destacou que o Distrito Federal,que é uma localidade “ímpar”, por ser um ponto de escalas e de trânsito de pessoas de todo o país e do exterior.

O ministro afirmou que o Covid-19, ainda permanece em regiões mais centrais. “Em Brasília os casos ainda não chegaram no entorno, nas cidades-satélites. A grande maioria dos casos está no Plano Piloto e Lago Sul”, declarou.

De fato, conforme o boletim emitido pelo GDF, a região central do DF conta com 66% dos casos registrados. Em segundo lugar vem a região de Águas Claras, Taguatinga, Samambaia, Recanto das Emas e Vicente pires, com 17,2% dos casos.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade