Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Batalhão de Polícia Militar Ambiental estaria parado

Publicado

em

Serviço tem, e muito. Condições de trabalho também. Ainda assim, os agentes do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) do Distrito Federal, responsáveis pela captura de animais em todo o DF, estariam todos de braços cruzados, segundo uma denúncia anônima feita, exclusivamente, ao Jornal de Brasília. O motivo seriam cerca de 80 viaturas novas da corporação que estão paradas nas garagens desde o início deste mês, garante a acusação. Com isso, todos os resgates de animais estariam prejudicadas por falta de transporte. 

Segundo a denúncia, as viaturas são do modelo novo da Chevrolet S10 e estão paradas por falta de contrato de manutenção dos veículos. Os policiais chegaram a trabalhar com os carros assim que eles foram comprados pela corporação, mas, ao completarem 20 mil quilômetros rodados, tiveram que ficar estacionados. Isso porque, assim que adquirem essa quilometragem, as viaturas não podem exceder para não perderem a garantia de fábrica.

Contrato

Nesse momento, o contrato de manutenção se torna essencial para a continuação do trabalho da Polícia Ambiental, pois permitiria que os veículos voltassem às ruas. Só no Batalhão Ambiental da Policia Militar Lacustre, no Lago Sul, 14 viaturas estão paradas, conforme indica a denúncia. 

Sem previsão

O problema, inclusive, parece não ter uma solução prevista. “São viaturas novinhas e estão todas encostadas. Por isso, estamos sem poder fazer o nosso trabalho, que é capturar os animais. Hoje, não temos nem uma cota mínima de veículos nas ruas para fazer o serviço, e a única informação que recebemos é que a falta do contrato de manutenção é a razão do problema. As outras equipes da Polícia Ambiental, que possuem outras atribuições, estão operando normalmente. Hoje, não sei quantos agentes estão sendo afetados”, afirma o autor da denúncia.

Saiba mais

Graças ao trabalho do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) do DF, vários animais já foram resgatados das ruas. 

Em abril deste ano, na EPGU, próximo ao Jardim Zoológico de Brasília, um bicho-preguiça foi capturado enquanto atravessava a pista. Ele corria o risco de ser atropelado a qualquer momento, mas foi levado para o zoológico sem nenhum ferimento. 

No mesmo mês, uma jiboia também foi resgatada enquanto atravessava a pista da Estrada Parque Vicente Pires (EPVT), na altura da entrada de Águas Claras.

“Licitação está em fase de conclusão”

Procurado pelo Jornal de Brasília, o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) do Distrito Federal afirmou que, de fato, possui 80 viaturas modelo S10 e que o contrato de manutenção das viaturas está em fase de conclusão. 

Ainda de acordo com a BPMA, cerca de 50% das viaturas estão disponíveis para o serviço. “Há também veículos de outros modelos com o contrato de manutenção  vigente. Isso não está afetando o serviço de captura de animais, pois dispomos de viaturas e policiais  para tal. A licitação está na sua fase final”, completa o batalhão, em e-mail em resposta ao jornal. A reportagem ainda contactou o coronel responsável, mas não foi atendida.


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

    Charge
Publicidade