Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Assassinato de médica do HRT: mais dois suspeitos são presos

Da redação
[email protected]

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu nesta terça-feira (15) mais dois acusados de estarem envolvidos no assassinato da médica Gabriela Rebelo Cunha. O crime ocorreu ainda em outubro do ano passado. A vítima era ex-diretora do Hospital Regional de Taguatinga e tinha 44 anos.

De acordo com as informações, os dois novo suspeitos são um cozinheiro e homem desempregado. Ambos cumprem prisão temporária.

No começo deste ano, a polícia havia prendido uma peça chave no caso: o ex-motorista de Gabriela, Rafael Henrique Dutra da Silva. A investigação apontou que o homem teria facilitado o sequestro da vítima. A mulher foi posteriormente levada a uma estrada de chão próximo a Brazlândia e morta por enforcamento.

Durante o tempo inicial da investigação, Rafael teria movimentado quase R$ 200 mil das contas de Gabriela. Além disto, o homem ficou em contato com a família, acompanhando o trabalho da polícia.

Depois de preso, Rafael levou a polícia até o corpo de Gabriela, que foi identificado por meio de análise de documentação odontológica.

Você pode gostar
Publicidade