fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Andar com fé, eles vão…

Casal visa viajar pelo Brasil distribuindo leveza e solidariedade em um momento delicado

Vítor Mendonça

Publicado

em

Foto: Vítor Mendonça/Jornal de Brasília
PUBLICIDADE

“A verdadeira arte de viajar”, como já disse Mário Quintana, é sempre “sair à rua como quem foge de casa”. No caso da atriz brasiliense Tainá Baldez, 28 anos, e do produtor audiovisual carioca Thiago Conceição, 32, a fuga do apartamento de 27m² na Asa Norte será para uma Kombi-home de apenas 4m², de onde, pela estrada brasileira, pretendem viajar todo o país a partir do dia 26 de dezembro. “Se tem no mapa, eu quero ir”, disse a idealizadora da ideia. “Vamos tentar ser livres, ganhar a estrada, mas não perder as raízes”, complementou.

A ideia surgiu durante o lockdown gerado pela pandemia do novo coronavírus depois do casal começar a conhecer pessoas e perfis viajantes do Brasil e mundo. Seguindo os exemplos encontrados, procuraram uma maneira de cumprir com o mesmo propósito de conhecer e acumular novas histórias pelas estradas. “Às vezes as pessoas me perguntam por que não um motorhome ou uma van, e eu respondo: por conta do preço”, brincou Tainá. “A kombi é mais barata e acho que consigo colocar pra frente essa ideia”, continuou.

Assim, desde julho o casal passou a procurar em sites de vendas os veículos que atenderiam bem à ideia e ao perfil de ambos. Foram duas tentativas para fechar negócio, uma em São Paulo e outra em Brasília. Mas foi na terceira, em Minas Gerais, no dia 10 de novembro, que a Kombi escolhida para as viagens foi encontrada. “Uma das kombis que fui visitar era da cor rosa e, desde então, o nome Penélope não saiu mais da minha boca”, afirmou Tainá.

Penélope foi encontrada por meio de um primo e trazida de volta pela direção da nova proprietária na companhia também da mãe de Tainá. “Foi amor à primeira vista”, exclamou a atual dona. A recém-batizada Kombi percorreu 700 km até chegar a Brasília e começou a fazer parte do plano de viagem do casal, que pretende ter como primeira parada na jornada pelo Brasil a cidade de Prado, no Sul da Bahia. É lá que também planejam passar o Ano Novo antes de sair pela estrada novamente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Depois de Prado, na Bahia, a viagem deve seguir caminho pelo litoral do Nordeste brasileiro para depois adentrar ao Norte e chegar, até setembro do ano que vem, em Manaus, onde alguns dos parentes de Tainá moram. “Isso se tudo der certo e não ficarmos tão encantados no meio do caminho, parando toda hora”, brincou Thiago. “A meta seria conhecer todos os estados do país em um ano, mas a gente não quer correr, então deixamos muito livre esse tempo desse primeiro trajeto”, complementou Tainá.

Todos os percursos serão feitos pelas mãos de Tainá, que, antes de pegar no volante da Kombi, tinha dirigido apenas um Ford Ka, modelo de carro bem menor que o que agora é pilotado pela atriz. Até agora, os únicos trajetos feitos foram dentro da cidade e em uma aventura teste para a Chapada dos Veadeiros com a melhor amiga e também atriz, Julia Rizzo. “Foi a primeira vez que dormi na Penélope”, afirmou com alegria e entusiasmo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Kombi é equipada com painel solar para dar energia necessária em ocasiões específicas, uma caixa d’água de oito mil litros – localizada abaixo do assoalho -, um frigobar, um fogão duas bocas à gás com uma pia do lado, um sofá que vira cama, e um climatizador “para não morrer de calor”, brincou Tainá. “Para o banheiro teremos de dar um jeito, né?”, disse Thiago. “Na estrada, vamos procurar postos de gasolina maiores, com estrutura para receber caminhoneiros; mas em cidades pequenas, tentar fazer amigos e parcerias em pousadas serão nossas estratégias.”

“Estamos muito empolgados, parece ser uma doideira. Mas já tivemos um retorno positivo no Instagram com muita gente comentando que seria uma aventura e que temos muita coragem. Já dá um frio na barriga de que vamos começar uma coisa legal. A gente ainda nem acredita. O interessante é que, quando fomos falar com as nossas famílias, ao invés de ficarem preocupadas, a mãe da Tainá pulou de alegria e queria ir junto, e a minha mãe também. Ela disse que estou realizando um sonho dela de conhecer o Brasil na estrada, na verdade”, contou Thiago.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sair de casa e ter todos os dias um quintal novo, uma nova vista, cruzar uma nova esquina e ver um novo pôr do sol todos os dias é o que motiva o casal, conforme expressaram como expectativa. “Queremos comer comidas diferentes, conhecer pessoas e fazer uma coisa meio cigana, que eu sempre quis”, disse Tainá.

“Apesar de saber que vamos sentir falta e saudades dos familiares, o que nos conforta é saber que vamos nos encontrar no caminho em alguns momentos com a família”, diz Thiago.

Viajar não é de graça e custa, segundo o  casal, mais ou menos a mesma quantia que costumavam usar para viver no apartamento da Asa Norte – cerca de R$ 1.500 a R$ 2 mil. Pensando no montante necessário para garantir a gasolina e os mantimentos para as viagens, dentre outras despesas, o plano é fazer uma produtora itinerante.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
>

“A ideia é quando chegarmos, por exemplo, em Arraial d’Ajuda [Bahia], fazer contato com as pousadas, hotéis, restaurantes e agências de passeios, e oferecermos conteúdo audiovisual e de edição de vídeo para todos montarem suas redes sociais”, contou Thiago. “Podemos oferecer conteúdo no meio da estrada, fazer permutas, mas também temos uma vaquinha on-line para receber ajuda de parceiros.”

Tainá está otimista: “Até agora temos três pessoas: meu avô, minha tia e minha madrinha”, brincou. Mas a consciência social é também o que move a viagem. “Estamos no site do Apoia-se, onde 5% de todas as contribuições vão para instituições de caridade. Colocamos como meta no site R$ 1 mil por mês. Até agora temos R$ 80,00”,
cantou vitória em tom descontraído a atriz. “Estamos indo meio que no escuro, mas nem tanto. Há esse plano de ganhar dinheiro na estrada e arrecadar recursos.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Justamente sob a ótica social, o casal recolheu e distribuiu ontem materiais de doações de brinquedos e cestas básicas para a instituição de caridade Acampamento Marielle Franco, em São Sebastião – são 40 crianças, além de outros, que plantam e se alimentam da própria comida que produzem. “Não pensei duas vezes. Eu tenho uma Kombi agora, cabe muita coisa. E como ela é vermelha, dá pra fazer a ‘PenéNoel’, e recolher e entregar presentes”, compartilhou Tainá.

Foto: Vítor Mendonça/Jornal de Brasília

Nas viagens pelo país, a pretensão é que projetos como esse permaneçam em atividade pelo casal. “Acho que a Kombi é um veículo muito simpático e que atrai olhares por onde vai, então as pessoas serão comovidas a ajudar também. Onde eu puder, a ideia é apresentar nas praças, passar o chapéu e recolher alimentos para entregar
em outros lugares”, especificou a atriz.

Nas viagens, a intenção é também criar um documentário compilando parte dos vídeos. No canal do Youtube criado, o “Estrada Pra Que Te Quero” já tem três vídeos sobre a compra, a primeira viagem para a Chapada e o “perrengue” do primeiro imprevisto com a porta que desprendeu de Penélope. Quem quiser contribuir com o projeto, acesse https://apoia.se/estradapraquetequero para doar.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade