fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Agentes penitenciários também poderão se hospedar em hotel alugado pelo GDF

Servidores que trabalham nas unidades que têm casos de coronavírus e que moram com pessoas do grupo de risco terão prioridade. Vírus tem infectado centenas de pessoas na Papuda

Willian Matos

Publicado

em

PUBLICIDADE

Em breve, os agentes penitenciários lotados nas unidades prisionais da capital federal poderão ser hospedados em hotel alugado pelo GDF. Nesta sexta-feira (8), a Secretaria de Turismo publicou dispensa de licitação para contratação de hotel para receber os servidores.

Dado o alto índice de infecção pelo novo coronavírus na Papuda, a medida visa proteger os agentes e as famílias. Aqueles que trabalham no complexo e residem com pessoas do grupo de risco terão prioridade.

A Setur receberá propostas de redes hoteleiras interessadas na parceria por meio do e-mail suag@setur.df.gov.br. O envio pode ser feito a partir de hoje até as 20 horas do dia 12 de maio.

Casos na Papuda

O Complexo da Papuda já registra 359 casos de infecção pelo novo coronavírus, sendo 258 detentos e 101 agentes penais. O boletim é referente à noite de quinta-feira (7). Além dos 359, outras 107 pessoas já se recuperaram.

Confira boletim sobre a covid-19 no sistema penitenciário

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Dois novos blocos dos novos CDPs, que serão utilizados para tratamento e quarentena de presos durante a pandemia do novo coronavírus, começaram a ser ocupados a partir desta quinta-feira (7). Desta forma, 400 vagas – 200 em cada – estarão disponíveis. Os locais foram limpos, higienizados e todo mobiliário montado.

O governador Ibaneis Rocha anunciou a entrega de 30 mil máscaras para o sistema penitenciário.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade