Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Acordo firmado por Ibaneis com a TAP torna mais atraentes as viagens que passarem pelo DF

Beatriz Castilho
[email protected]

Em um acordo realizado entre a companhia aérea TAP e o Governo do Distrito Federal, Brasília se torna a mais nova cidade do programa de turismo stopover. Assinada ontem (14) em Lisboa, capital de Portugal, a resolução foi formalizada pelo diretor da empresa portuguesa, Antonoaldo Neves, e Ibaneis Rocha (MDB), inaugurando o conceito em solo brasileiro.

Promovido pela própria empresa, o projeto amplia o conceito de ponte-aérea. Possibilitando com que passageiros visitem duas cidades em uma só viagem, o stopover viabiliza uma parada de até 5 dias em um ponto diferente do trajeto, sem custo adicional. Os voos começam já no próximo mês.

“Vamos levar a experiência de visitar uma cidade monumento, que é patrimônio cultural da Unesco, para os europeus. Não só o Distrito Federal, mas todo o Centro-Oeste está aqui para divulgar a capital do Brasil. Haverá um impacto instantâneo na economia na cidade que se renova, que recebe grandes eventos e que está cada vez mais modernizada”, afirmou o governador, em entrevista coletiva após assinatura do acordo.

Ibaneis acredita que a decisão traga até 20 mil turistas à capital. O Aeroporto Internacional de Brasília também espera um crescimento no número de voos internacionais. “A Inframerica já vem investindo em uma nova infraestrutura da sua área internacional. A administradora acaba de inaugurar o novo desembarque internacional, com mais conforto, agilidade e novas opções de compra”, afirma a assessoria, em nota.

Avaliado como o 3º mais movimentado do país, o aeroporto fica atrás apenas dos paulistas Guarulhos e Congonhas. Apenas em 2018, foi palco para 153.796 pousos e decolagens – uma média de um voo a cada 53 segundos -, além de receber quase 18 milhões de passageiros. Os dados são do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA).

Certificando que a cidade está pronta para receber uma frota turística, o governador apontou as belezas arquitetônicas e o polo gastronômico como fortes atrativos. Para o diretor da empresa Voetour Operadora de Turismo, Moisés Ponte, 44 anos, é necessário que o governo invista em um leque ainda maior de opções.

“Estamos bem servidos na parte visual, temos a Catedral, a Igreja Dom Bosco. Mas quando falamos de cultura, por exemplo, temos, lamentavelmente, espaços abandonados. É preciso trabalhar para que a imagem levada da cidade seja a melhor possível, porque a parte estética é importante, mas é só uma pequena parte”, aponta.

Além de um investimento na infraestrutura, para Moisés é preciso se pensar na parcela anterior às visitas, cativando pessoas para virem à cidade. “É preciso preparar materiais de divulgação, do que é a capital, de quem nós somos. Precisamos mostrar nossos atrativos e levar isso para fora”.

Pensando em atingir o perfil do visitante europeu, a secretaria de Turismo do DF afirmou que está desenvolvendo ações que aumentam a oferta em solo brasiliense. Um dos focos é a criação de rotas turísticas temáticas, como a da Cidade do Design, por exemplo, explorando o título oferecido à cidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em 2017.

A reunião contou com a presença de uma comitiva convocada para acompanhar o governador. Estavam o embaixador do Brasil em Portugal, Luiz Alberto Machado, a chefe de gabinete, Kaline Costa, o secretário de Relações Internacionais, Pedro Rodrigues, a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, e o filho mais novo do governador, João Pedro. O grupo retorna amanhã à capital.
Como piloto para a instalação do stopover no Brasil, Brasília abre portas para novos acordos. A TAP estuda adicionar Bahia, Pernambuco, Rio de Janeiro, além de outras regiões do Centro-Oeste.

Ponto de Vista

“O europeu viaja para vivenciar novas culturas e experiências. Outro fator importante é que esse público é o que mais tempo permanece em um mesmo país e que visita mais de dois destinos. Com essa parceria, Brasília se colocará com um dos destinos brasileiros mais desejados entre os europeus”, aponta Vanessa Mendonça, secretária de Turismo do Distrito Federal.

Você pode gostar
Publicidade