fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Acesso de trabalhadores rurais aos programas sociais será facilitado

Sedes e Emater-DF assinam acordo de cooperação para facilitar o acesso dos trabalhadores do campo aos programas sociais do GDF

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O acesso de produtores rurais aos programas sociais do GDF será facilitado. Isso porque, a Secretaria de Desenvolvimento Social do Distrito Federal (Sedes) e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-DF) firmaram um acordo de cooperação na tarde desta quinta-feira (22). Com a medida, a Emater passa a auxiliar os produtores rurais da capital, cadastrados na empresa, na realização da inscrição no Cadastro Único (CadÚnico) e também na atualização de dados cadastrais.

A cooperação vai permitir que produtores de baixa renda residentes em áreas rurais do DF evitem o deslocamento para áreas urbanas em busca da inclusão no cadastro. Atualmente, a Emater-DF dispõe de 16 escritórios em diferentes zonas rurais da capital, o que facilita o atendimento e a inclusão dos produtores no CadÚnico.

Antes do acordo, os dois órgãos já atuavam de forma semelhante, com a Emater apoiando os produtores no cadastro. No entanto, a medida fortalece a parceria e unifica o atendimento da empresa e da Sedes junto aos produtores de baixa renda.

Durante a assinatura do termo, a secretária de Desenvolvimento Social do DF, Mayara Noronha Rocha, destacou que a medida leva informação aos produtores e facilita o acesso deles a programas sociais. “Esse auxílio da Emater é fundamental para o produtor e também para a Sedes. A união de esforços em projetos como esse é muito importante para o andamento das atividades em prol das pessoas que mais precisam”, afirmou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com o documento, os atendimentos em áreas rurais serão realizados por funcionários da Emater-DF, que devem seguir o protocolo operacional do CadÚnico e realizar os registros no Sistema Integrado de Desenvolvimento Social.

“A gente conhece de perto as dificuldades de muitos produtores e sabemos o quanto esse auxílio na realização do cadastro é importante. Tem muitas áreas rurais que não têm ônibus. Se temos essa possibilidade de chegar mais fácil até eles, então vamos trabalhar todos juntos”, ressaltou a presidente da Emater-DF, Denise Fonseca, que esteve no encontro acompanhada da diretora-executiva, Loiselene Trindade.

O acordo prevê a implementação das ações necessárias à operacionalização dos atendimentos, tais como a execução das atividades, a orientação aos produtores atendidos e o encaminhamento à rede Sedes, quando necessário.

Treinamento

É por meio do CadÚnico que produtores e público urbano de baixa renda conseguem acesso a programas, benefícios e serviços sociais como o Bolsa Família, Programa DF Sem Miséria, Benefício de Prestação Continuada (BPC), Tarifa Social de Energia Elétrica, Minha Casa, Minha Vida, Carteira do Idoso, Identidade Jovem, Programa Caminhos da Cidadania e diversos outros.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Sedes vai realizar um curso de formação de entrevistadores de formulários do CadÚnico com extensionistas da Emater-DF, que ficarão responsáveis pelos cadastros em áreas rurais. O parceria tem a vigência de 24 meses, prorrogáveis por igual período, desde que haja interesse entre os órgãos, e não terá custos ou repasses financeiros entre a Sedes e a Emater, uma vez que a empresa de assistência técnica e extensão rural do DF já possui escritórios e servidores em áreas rurais.

As informações são da Agência Brasília




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade