fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

19ª DP prende agente do DER suspeito de latrocínio

Suspeitos sabiam que a vítima receberia R$ 35 mil de um seguro, decidiram envenená-la e ir ao banco sacar a quantia. Depois, decidiram matar o homem e pretendiam queimá-lo

Willian Matos

Publicado

em

Foto: Divulgação/PCDF
PUBLICIDADE

A 19ª Delegacia de Polícia (P Norte) prendeu, nesta sexta-feira (27), dois homens e uma mulher acusados de latrocínio. Um dos suspeitos é servidor do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), informa a Polícia Civil.

Há três semanas, o trio de suspeitos descobriu que a vítima do latrocínio, um idoso de 69 anos, receberia R$ 35 mil referentes ao seguro de um carro. Na quinta (26), a mulher, de 21 anos, convidou o homem para beber na casa dela, no Sol Nascente, e colocou 15 gotas do medicamento rivotril na bebida dele, o que o levou a desmaiar.

Os suspeitos, então, tentaram sacar o dinheiro do idoso em uma agência do Banco do Brasil em Ceilândia, mas não conseguiram porque a transação pedia identificação biométrica. Por isso, o trio decidiu matá-lo para que ele não acordasse e descobrisse todo o plano. A vítima foi morta enforcada com fios de antena por volta de 23h de quinta (26), na casa da mulher suspeita.

De ontem para hoje, os suspeitos fizeram várias compras com um cartão de débito da vítima.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Até que os agentes da 19ª DP souberam do ocorrido, foram até a casa da mulher e encontraram o corpo do idoso. Os agentes fizeram campana e flagraram a suspeita chegando em casa com um galão de 5 litros cheio de gasolina. Ela pretendia queimar o cadáver e levá-lo para Águas Lindas de Goiás-GO.

Galão que seria usado para queimar a vítima. Foto: Divulgação/PCDF




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade