fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

17º feminicídio no DF: advogada é encontrada morta

A última localização do celular da vítima foi na casa do acusado, próximo ao Arapoanga

Aline Rocha

Publicado

em

PUBLICIDADE

Aline Rocha
[email protected]

O corpo da advogada Letícia Sousa Curado Melo, 26 anos, foi encontrado na tarde desta segunda-feira. A jovem estava desaparecida desde a manhã da última sexta (23), quando saiu para trabalhar, por volta de 7h30, quando saiu do Arapoanga, onde vivia com o marido e o filho, de 3 anos. 

A polícia prendeu o principal suspeito, um cozinheiro de 41 anos. As imagens da câmara de segurança mostram a jovem entrando no carro dele. Após análise, encontraram uma bolsa, um relógio e materiais escolares. De acordo com  o delegado-chefe da 31ª Delegacia de Polícia (DP) de Planaltina, Fabrício Augusto, a família confirmou que os pertences são de Letícia. 

O homem mora no Vale do Amanhecer, em Planaltina. “Ele é o único suspeito até o momento”, reforçou o delegado. A última localização do celular da vítima foi na casa do acusado, próximo ao Arapoanga.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O suspeito nega que tenha qualquer envolvimento com o crime. De acordo com investigadores, ele não tem antecedentes criminais, é casado e tem uma filha de 16 anos.

Aguarde mais informações

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade