Brasília

Secretaria de Saúde repassa R$ 30 milhões para que cirurgias cardíacas sejam retomadas

Todos os esforços estão sendo realizados para que o Instituto de Cardiologia volte a atuar em sua capacidade máxima

A Secretaria de Saúde destinou, nesta quinta-feira (14), R$ 30 milhões para o Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (ICDF). O repasse foi feito para que a realização de procedimentos cardíacos sejam retomados pela instituição. O valor dos recursos foi obtido mediante ao Ministério da Saúde e vai permitir que transplantes, cateterismo e cirurgias cardíacas possam ser executadas.

“Fizemos uma atuação ampla junto ao Ministério da Saúde para que esse recurso fosse obtido porque sabemos das dificuldades financeiras enfrentadas pelo ICDF, mas também é inquestionável o valor do instituto na prestação de serviços à população”, destacou o Secretário de Saúde, Osnei Okumoto. Ele lembrou também que esse esforço é de todo o Governo do Distrito Federal e foi uma determinação do governador Ibaneis Rocha para que o problema fosse solucionado.

A secretária-adjunta Beatris Gautério reforça a importância desse recurso para que “o ICDF volte a atuar em sua plena capacidade e retome os serviços prestados à população, entre eles, cirurgias cardíacas pediátricas e transplantes”. Ela esclareceu que o repasse foi feito com base na Portaria GM/MS 3845, de 29 de dezembro e oficializado com a publicação em 30 de dezembro de 2020 no Diário Oficial da União (DOU).

“A Secretaria de Saúde sabe da relevância do ICDF, que atua com maestria na área de Cardiologia e transplantes o quanto seus atendimentos são essenciais à população, por isso a Secretaria atuou para auxiliar na recuperação da instituição”, explica Beatris Gautério.

Desde 2014 o ICDF vem enfrentando problemas financeiros, deixando inclusive de realizar alguns procedimentos eletivos. Com o repasse, espera-se que o Instituto volte a atuar em sua capacidade máxima na pediatria, realizando cateterismos cardíacos pediátricos terapêuticos e as cirurgias eletivas que estavam paradas, além dos transplantes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em 2020, a Secretaria de Saúde pagou ao ICDF o montante de R$ 44.978.617,27, referente ao contrato vigente. Por determinação do MS os repasses mensais foram realizados na sua íntegra mesmo quando o ICDF não realizava todos os serviços contratados.

A secretaria não possui débitos com o ICDF. Com esta ação, o GDF espera que a instituição retorne suas atividades na sua plenitude visando atender os pacientes que aguardam nas filas de espera por cirurgias.

As informações são da Agência Brasília

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar