Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Ibaneis determina a urgência na contratação de servidores para Saúde

O mandatário lembrou que as vagas são exclusivamente para médicos de Clínica Médica, intensivistas adulto e neonatologia, nefrologistas, anestesiologistas, enfermeitos generalistas, fisioterapeutas e técnicos de enfermagem

Por Guilherme Gomes 08/03/2021 3h55
Foto: Davidyson Damasceno/ Iges-DF

Guilherme Gomes
[email protected]

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), determinou a urgência na contratação de servidores para Saúde. O mandatário lembrou que as vagas são exclusivamente para médicos de Clínica Médica, intensivistas adulto e neonatologia, nefrologistas, anestesiologistas, enfermeitos generalistas, fisioterapeutas e técnicos de enfermagem.

Confira o pedido do governador do DF

“Determino que essa Subsecretaria adote as providências necessárias para encaminhamento, em caráter de urgência, de solicitação de autorização para realização de processo seletivo temporário para os profissionais aposentados desta SES e HUB, das especialidades e cargos abaixo, com 40 horas semanais para atuação no enfrentamento à COVID, exclusivamente:

Médicos Clínica Médica
Médicos Intensivistas Adulto
Médicos Intensivistas Neonatologia
Nefrologistas
Anestesiologistas
Enfermeiros generalistas
Fisioterapeutas
Técnico de enfermagem

Essa SUGEP também deverá encaminhar com a mesma celeridade a relação de servidores que tenham interesse em ampliar a carga horaria, nos termos da Lei 173/2020, dos cargos médicos clínica geral, Intensivistas (adulto e neonato), nefrologistas, anestesiologistas, Enfermeiros, técnicos de enfermagem e Fisioterapeutas lotados exclusivamente nas UTI’S , Pronto Socorro ou que estejam atuando nas Unidades de Cuidados Intermediários ou nos leitos de retaguarda COVID-19.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Covid-19 no DF

A ocupação de leitos de UTI continua acima dos 90%, causando preocupação nos médicos e técnicos da Secretaria de Saúde (SES), que vai ampliar ainda mais a capacidade, com a criação de 119 novos leitos ainda nesta semana. Às 11h15 deste domingo (7), a Sala de Situação mostrava que a ocupação total de leitos no Distrito Federal era de 93,39%.

Até o momento da publicação desta reportagem, 306.251 pessoas já foram infectados na capital, sendo que, 93,9% (287.469) deste número estão recuperados. As regiões com mais casos confirmados são Ceilândia (12%), Plano Piloto (10%) e Taguatinga (9%).

Com relação ao local de residência dos casos, 268.377 (87,6%) residem no DF e 18.979 (6,2%) residem em outras Unidades Federadas (UF), sendo que os municípios do entorno respondem pela maior proporção dos casos de outras UF.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar