Brasília

GDF inaugura Clínica de Saúde da Mulher

Durante a cerimônia, Ibaneis voltou a falar no Hospital Oncológico, que está em fase de escolha de empresa para construção

Por Willian Matos 26/10/2020 9h41

O Governo do Distrito Federal (GDF) inaugurou nesta segunda-feira (26) o primeiro Centro Especializado em Saúde da Mulher (Cesmu). A unidade fica na antiga policlínica localizada na 514 Sul. O local passou por reformas que custaram R$ 50 mil aos cofres públicos.

A estimativa da Secretaria de Saúde é que a unidade atenda 3,7 mil mulheres por mês, sendo 2,8 mil desses atendimentos relacionados à questões médicas e outros 900 de integração multiprofissional.

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, afirmou que a unidade vai atender mulheres com câncer, obesidade, diabetes, lesões cutâneas, hipo e hipertireoidismo, entre outras doenças. Também serão ofertados atendimentos psicológicos, nutricionais, dentre outros.

O atendimento, no entanto, será voltado para mulheres encaminhadas das unidades básicas de saúde (UBSs), segundo a secretária da Mulher, Ericka Filippelli. Ericka, que foi a primeira a discursar na inauguração, comemorou o fechamento de hospitais de campanha e a abertura do Cesmu. A secretária também revelou que a ideia de criar o Centro Especializado foi levantada no início do ano com o próprio Osnei, antes de o secretário deixar a Saúde para a chegada de Francisco Araújo.

O governador Ibaneis Rocha comemorou a inauguração, parabenizou envolvidos e tornou a falar no sonhado Hospital Oncológico de Brasília. A licitação para a construção da unidade já foi lançada e está em fase de seleção da empresa que fará a obra. “Estamos fechando a licitação do Hospital Oncológico, que vai ser um marco na historia do Distrito Federal”, afirmou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Também estiveram presentes na cerimônia a primeira-dama Mayara Noronha Rocha e o deputado distrital Jorge Vianna (Podemos). Intitulado de “Deputado da Saúde”, Vianna mencionou o centro de radioterapia inaugurado no início do ano e exaltou a atenção do Executivo para com os pacientes com câncer.

Também sobre a doença, Ibaneis prometeu a população “limpar essa fila” de pacientes com câncer que aguardam atendimento na rede pública. “Nós vamos limpar essa fila de tanto horror que existe no Distrito Federal, em especial do câncer da mulher.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar