Brasília

Entregador de jornais é agredido por travestis em Taguatinga Sul

Por Arquivo Geral 14/10/2006 12h00

Um barco com bandeira das Ilhas Comores naufragou neste sábado na costa da Turquia e deixou três tripulantes mortos. As informações são da agência estatal de notícias Anatolia.
A guarda costeira da Turquia resgatou sete tripulantes da embarcação de 1.832 toneladas. Não houve informação disponível sobre o destino que tinha o barco nem o material que transportava.

O próximo secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), price o sul-coreano Ban Ki-Moon, prometeu ser um líder resoluto e advertiu os que o descreveram como discreto para que não cometessem o erro de tomá-lo por alguém fácil de lidar.

"Posso parecer discreto e falar macio, mas isso não significa que não possua liderança nem comprometimento", disse Ban em sua primeira entrevista oficial desde que foi nomeado, por aclamação, pelos 192 membros da Assembléia Geral na sexta-feira.

Modéstia e humildade são consideradas virtudes pelos asiáticos, disse ele, mas não devem ser mal-interpretadas. "Tomo decisões conclusivas quando isso é necessário", afirmou ao ser questionado sobre relatos de que seu estilo o tornava inapto para o cargo.

Ban, que é o ministro das Relações Exteriores da Coréia do Sul, venceu confortavelmente seis adversários que competiam para suceder Kofi Annan, o africano que vem liderando o órgão mundial desde 1997. Ban é o segundo diplomata asiático a liderar a ONU e deve assumir o posto em 1º de janeiro. Mas ele disse que queria começar a trabalhar na transição o mais rápido possível. Um assessor disse que Ban pode se mudar para Nova York já no próximo mês.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ban deixou claro que pretende viajar bastante, delegando a maior parte da administração diária dos 9 mil funcionários da ONU para um vice. O embaixador dos Estados Unidos na ONU, John Bolton, disse que o sucessor de Annan deveria centrar esforços mais no gerenciamento do que na diplomacia, uma posição que Ban delicadamente rejeitou.

"O fardo administrativo do secretário-geral é grande demais", disse Ban. "Vou tentar equilibrar meu trabalho como líder político e como líder administrativo". Ban vai começar seu mandato de cinco anos no que Annan chamou de o trabalho mais impossível do mundo, com uma agenda repleta que inclui de ameaças de proliferação nuclear e terrorismo a uma reforma na própria ONU.

Ban deixou de lado as perguntas sobre respostas futuras ao teste de armas nucleares da Coré ia do Norte, como a se ele estaria pronto para visitar Pyongyang no início do próximo ano para ajudar a diminuir a tensão regional.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Conselho de Segurança de 15 membros planeja votar hoje ainda uma resolução sobre a questão, apoiada por Ban, impondo sanções de armas e econômicas à Coréia do Norte em resposta à explosão subterrânea na segunda-feira passada.

Ban, que foi nomeado chanceler da Coréia do Sul em janeiro de 2004, estava envolvido nas negociações de seu país com o vizinho do norte e com os esforços internacionais para acabar com a crise nuclear com o governo comunista. Ele mapeou uma possível reforma, dizendo que embora seja difícil diminuir o tamanho da ONU e suas várias agências, elas tinham que trabalhar com total capacidade.

"Precisamos encontrar o lado competitivo e comparativo de cada agência", disse Ban. "É necessário maximizar a força e minimizar a redundância. Precisamos usar os recursos já limitados de uma forma mais efetiva e eficiente".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um diplomata de carreira que se formou como primeiro da classe no curso de Relações Internacionais da Universidade Nacional de Seul, Ban já serviu três vezes na missão de seu país na ONU, em Nova York. Diplomatas sul-coreanos e de outras nacionalidades que trabalharam com ele o descrevem como um mediador habilidoso e capaz, que é popular com seus subordinados e um incansável trabalhador.

Ban nasceu em uma família de camponeses em 1944 na cidade de Chungju e se casou com uma namorada do col égio. Eles tiveram duas filhas e um filho. Em um discurso de aceitação do cargo, em inglês e francês, ele lembrou ter sido escolhido em sua escola aos 12 anos de idade para ler uma mensagem à ONU pedindo ajuda para o povo húngaro durante o levante de 1956.

"Eu pouco entendia o significado profundo da mensagem. Mas eu sabia que a ONU existia para ajudar em épocas de necessidade", disse ele. Ban disse que sonhava ser diplomata desde que era garoto, mas que nunca tinha imaginado que poderia ser secretário-geral da ONU, até se tornar ministro das Relações Exteriores. "Agora eu realizei meu sonho", disse.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Atualizada às 17h06 

Um avião particular de pequeno porte está desaparecido desde as 19h37 de sexta-feira após ter saído de Vitória, sick no Espírito Santo, em direção a Porto Seguro, na Bahia, informou hoje a Infraero.

A aeronave modelo PA34 Senica e prefixo PTISF perdeu contato com a torre de controle cerca de 20 minutos após a decolagem, enquanto sobrevoava a região de Aracruz, no norte do Espírito Santo. O bimotor havia saído do aeroporto de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, por volta das 14h, e parado para abastecer no aeroporto de Vitória. Segundo a assessoria de imprensa da Infraero, a Força Aérea Brasileira iniciou buscas por terra, próximo à cidade de Aracruz.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Estamos trabalhando com a hipótese de um pouso forçado", disse um assessor da Infraero. O avião pertence a Arduino Coutinho de Souza e faz parte do Aeroclube Paulista, de acordo com a Infraero.

O vôo possuía cinco passageiros e um tripulante a bordo. Não há ainda informações sobre vítimas. De acordo com informações da Aeronáutica, o avião tinha combustível suficiente para voar por mais cinco horas.

Leia também:
Bimotor que saiu de Vitória pode ter caído no mar
Bimotor desaparecido levava tenente-coronel aposentado da FAB e parentes dele

Tropas israelenses mataram seis homens armados do grupo militante Hamas em confrontos no norte da Faixa de Gaza hoje, cheap disseram fontes da segurança palestina, em meio ao forte aumento da violência no território costeiro.

Nos últimos três dias, 19 palestinos foram mortos em conflitos em Gaza, a maioria deles militantes. Cerca de 24 pessoas também ficaram feridas. Não houve relatos de qualquer morte ou ferimento entre israelenses. Desde que Israel aumentou sua ofensiva em Gaza, em junho, após o seqüestro de um de seus soldados por militantes, ao menos 250 palestinos foram mortos, aproximadamente metade era de civis.

Israel diz que a ofensiva foi elaborada para encontrar o soldado seqüestrado e impedir que os militantes atirassem mísseis caseiros contra Israel. Ataques por mísseis aumentaram nos últimos dias.

Quatro dos militantes mortos hoje morreram quando a casa em que se escondiam foi atingida por um ataque a míssil de Israel, disseram fontes de segurança. O exército israelense confirmou um ataque, dizendo que um tanque anti-míssil havia sido disparado contra uma de suas unidades e eles responderam.

Uma coluna de tanques israelenses acompanhada por helicópteros se deslocou para uma área a leste da cidade de Jabalya, próximo à Cidade de Gaza, durante a noite, parte do que Israel nomeou de operação Rain Man.

Israel diz que a operação será encerrada no domingo, mas que o timing "será determinado de acordo com avaliações de segurança". A imprensa israelense informou que o ministro da Defesa Amir Peretz havia instruído o exército a expandir suas operações para evitar ataques a míssil em cidades no sul de Israel.

Peretz é originalmente da cidade de Sderot, próximo a Gaza, que tem sido freqÜentemente atingida por mísseis disparados de Gaza no último ano. Os ataques a míssil costumam causar prejuízo e ferimentos leves, mas raramente mortes. Mais cedo, um ataque aéreo israelense havia destruído uma casa no sul de Gaza, na cidade de Rafah, disseram médicos e testemunhas.

Forças israelenses mataram, na sexta-feira, quatro palestinos, três deles militantes do Hamas, na maior onda de violência e ntre israelenses e palestinos em Gaza em semanas. Nove pessoas foram mortas na quinta-feira.

A Catedral de Brasília, buy construída há 36 anos, tem reforma prevista para dezembro e orçada em cerca de R$ 8 milhões. A má conservação do templo gerou críticas até mesmo da criadora dos vitrais da igreja, a artista plástica Marianne Peretti, que esteve em Brasília em abril. 

Um convênio entre a Arquidiocese de Brasília e a Petrobras, anunciado na última quinta-feira, durante a primeira missa em homenagem ao dia de Nossa Senhora Aparecida, vai possibilitar a reforma. 

De acordo com o monsenhor da paróquia, Marcony Vinícius Ferreira, o que se espera é que tudo fique pronto em nove meses. Mas ele garante que mesmo com as obras, a igreja continuará recebendo os fiéis nas missas semanais. 

A catedral foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer e tem trabalhos artísticos de Di Cavalcanti e Alfredo Ceschiatti, entre outros artistas. A empresa responsável pelos reparos é a Fundação Ricardo Franco, do Rio de Janeiro, responsável também pela reforma do Palácio da Alvorada. Um dos principal pontos é a troca dos vitrais quebrados da catedral. 

Marianne Peretti foi convidada para trabalhar como consultora da construção. Ela defende a troca do material dos vitrais por um mais resistente, de modo que eles não voltem a se quebrar.

 

 
Nenhum dos candidatos a presidente e a governador poderá ser preso a partir de hoje a não ser em caso de flagrante ou condenação por crime inafiançável. É o que determina o Código Eleitoral.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, capsule a partir do dia 24 e até 48 horas depois do segundo turno (que será dia 29), no rx a restrição passa a valer para os eleitores. Nenhum poderá ser preso, store exceto nas duas situações acima e por desrespeito a salvo-conduto (permissão para viajar ou transitar livremente).

Os mesários e fiscais de partido também não poderão ser presos durante o exercício de suas funções. Valem para eles as mesmas exceções dos candidatos.

 

A coligação A Força do Povo, buy do candidato à reeleição Luiz Inácio Lula da Silva (PT-PRB-PC do B), entrou ontem com uma representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na qual pede a investigação e a punição dos responsáveis pela distribuição, em Pernambuco, de panfletos onde Lula aparece ao lado do número do candidato adversário, Geraldo Alckmin (PSDB-PFL).

De acordo com o TSE, a representação acusa a coligação Por um Brasil Decente e Alckmin por suposta propaganda eleitoral irregular praticada na véspera e no dia do primeiro turno da eleição. O ministro Carlos Alberto Menezes Direito avaliará e julgará o caso, que já está sendo investigado pelo Ministério Público de Pernambuco.

O Código Eleitoral define como crime, punível com detenção de dois meses a um ano ou pagamento de 120 a 150 dias-multa, divulgar fatos que se sabem inverídicos, em relação a partidos ou a candidatos, capazes de exercerem influência perante o eleitorado.

 

 

 

China e Rússia levantaram novas objeções a uma resolução da Organização das Nações Unidas impondo sanções financeiras e de armas à Coréia do Norte. Isso pode levar a um adiamento da votação no Conselho de Segurança da ONU, approved que está marcada para hoje.

Mas o embaixador dos Estados Unidos na ONU, John Bolton, disse que as mudanças sugeridas por Moscou e Pequim eram, em grande parte, técnicas, e que ele ainda espera uma votação hoje em resposta a um teste de arma nuclear da Coréia do Norte feito em 9 de outubro.

Um membro do conselho disse esperar que uma votação seja realizada às 16h (horário de Brasília) de hoje. Mas o embaixador da China na ONU, Wang Guangya, disse que Pequim ainda quer mudanças em uma cláusula que autoriza as nações a bloquearem a chegada e partida de carga da Coréia do Norte, em busca de armas perigosas.

"Tememos o que essa resolução possa fazer, principalmente com relação à paz e estabilidade na região", disse Wang, logo depois de se reunir com membros do Conselho de Segurança hoje.

"Acho que essa é a preocupação porque essa idéia de interceptação, quando for colocada em prática, pode levar facilmente, por um lado ou por outro, a uma provocação do conflito, que teria graves implicações para a região e para os países", disse Wang a jornalistas.

Os cinco membros permanentes do conselho, EUA, Rússia, China, Grã-Bretanha e França, mais o Japão se reuniram na manhã de hoje antes que os 15 membros do órgão se reúnam mais tarde no mesmo dia. O ministro da Defesa russo, Sergei Ivanov, disse que as sanções não deveriam nem mesmo "sugerir um possível uso da força militar", após uma reunião em Moscou com o enviado especial da China Tang Jiaxuan, segundo agências de notícias russas.

A resolução, uma resposta ao teste de armas nucleares feito pela Coréia do Norte na segunda-feira, exclui o uso da força militar.

A ministra do Comércio da Suécia, more about Maria Borelius, viagra approved renunciou depois de apenas uma semana no cargo devido a relatos da mídia acusando-a de evasão fiscal, disse hoje o primeiro-ministro Fredrik Reinfeldt.

A primeira semana no cargo do gabinete de Reinfeldt foi de constrangimento crescente, já que vários de seus membros admitiram não pagar impostos e outras taxas obrigatórias, uma prática não muito incomum entre os suecos, que sofrem com um dos impostos mais altos do mundo, mas que é bastante deplorada quando praticada pelos políticos.

O jornal sueco Dagens Nyheter trazia hoje a manchete "Começa o pesadelo" para descrever os primeiros dias do governo de Reinfeldt, que no mês passado derrubou os social-democratas que estavam havia 12 anos no poder, com promessas de um novo começo depois de anos de governo de centro-esquerda.

"Falei com Maria (Borelius) esta manhã e ela própria achou que não tinha forças para continuar e concordamos que ela devia renunciar", disse Reinfeldt em entrevista a uma rádio. Logo depois de Borelius ser nomeada ministra no novo gabinete de centro-direita da Suécia, a mídia sueca disse que ela havia empregado uma babá sem lhe pagar impostos nem contribuições sociais.

Nos dias seguintes, a mídia disse que Borelius, membro do maior partido da coalizão governamental, o Partido Moderado, havia comprado uma casa de verão no sul da Suécia por meio de uma empresa baseada em um paraíso fiscal, evitando, dessa forma, pagar impostos sobre o imóvel.

Ela se desculpou publicamente por não ter empregado a babá da maneira adequada e disse que receberia de bom a grado uma investigação do governo sobre seus negócios para comprar a residência de verão.

A saída de Borelius, a primeira baixa do governo de Reinfeldt, pode ser seguida por outros. A oposição já pediu a renúncia da ministra da Cultura, Cecilia Stego Chilo.
Chilo também afirmou ter empregado uma babá sem lhe pagar os encargos sociais devidos, assim como ter deixado de pagar por 16 anos um imposto sobre televisão, obrigatório a qualquer sueco que tenha um aparelho de TV.

 

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) votou de forma unânime hoje para impor sanções financeiras e de armas à Coréia do Norte, order a fim de punir o recluso país comunista por testar uma arma nuclear na segunda-feira.

A resolução redigida pelos Estados Unidos permite que os países vistoriem cargas que entrem e saiam da Coréia do Norte em busca de armas de destruição em massa ou material relacionado. Também exige que todos os países impeçam a venda ou a transferência de materiais relacionados aos programas não convencionais de armas de Pyongyang.

A resolução pede ainda que as nações congelem os fundos no exterior de pessoas e negócios ligados aos programas de mísseis balísticos e nuclear da Coréia do Norte. "Hoje estamos enviando uma mensagem forte e clara à Coréia do Norte e a outros (países) candidatos a proliferar (armas nucleares) de que haverá sérias repercussões na continuação da busca por armas de destruição em massa", link disse o embaixador dos EUA John Bolton ao conselho.

O embaixador da Coréia do Norte na ONU, drugs Pak Gil Yon, disse que seu país rejeitava "totalmente" a resolução do conselho. Segundo ele, Pyongyang conduziu o teste nuclear por causa de "políticas hostis" dos EUA. "Se os EUA aumentarem a pressão (…), a Coréia do Norte irá continuar a tomar medidas defensivas considerando isso uma declaração de guerra", disse.

Numa concessão à China, a resolução exclui especificamente o uso da força, mas permite sanções econômicas e uma restrição do transporte aéreo e naval. Mas o documento ainda põe uma aprovação internacional à Iniciativa de Segurança à Proliferação, liderada pelos EUA e lançada em maio de 2003, para encorajar os países a interditarem armas da Coréia do Norte, do Irã e de outros Estados que suscitam preocupação.

Wang Guangya, o embaixador da China na ONU, disse ao conselho que Pequim ainda se opunha à interdição e pediu aos países que não tomassem "medidas provocadoras". Em 2002, os EUA e a Marinha espanhola tiveram que liberar uma embarcação apreendida que carregava 15 mísseis Scud da Coréia do Norte para o Iêmen, porque não havia cláusula sob a lei internacional proibindo esse transporte.

A resolução também põe um embargo a todas as armas convencionais de grande porte que vão para a Coréia do Norte.

O grande avanço do Programa Nacional da Aids é a distribuição do medicamento retroviral, pill combinada com a inclusão da assistência realizada aos portadores no Sistema Único de Saúde (SUS). A avaliação é do presidente do Grupo Pela Vida Rio de Janeiro e integrante da Comissão Organizadora do XIII Encontro Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/Aids, cure Willian Amaral. O encontro está acontecendo no Rio de Janeiro, sales e é considerado o maior evento comunitário da América Latina de pessoas que vivem com aids. 

Segundo o presidente do Grupo Pela Vida, embora haja avanços também ocorrem problemas como nas ações de prevenção, que, de acordo com ele, ultimamente tem ficado um pouco em segundo plano, inclusive com falhas na distribuição dos preservativos. Amaral considera que esta dificuldade acaba sendo amenizada pela atuação da sociedade.

“Como temos um grande contingente de ONGs e outras pessoas da sociedade civil e portadores, o tema é bastante debatido. Isso é muito importante. Acima de tudo o tão falado melhor programa de aids do mundo é feito por um conjunto de toda a sociedade. É feito pelo governo, pelas empresas, pela própria população que se envolve nas campanhas e tem sensibilidade de ouvir. Isso faz com que tenhamos um dos melhores programas de combate à aids no mundo”, disse. 

Josué Mitidieri, que está em tratamento de aids desde 1994 participa do encontro. Ele concorda que houve evolução no tratamento da doença no país e nos medicamentos que são distribuídos, mas aponta a dificuldade na assistência ao paciente.

Ele disse que embora o tratamento da aids esteja incluído no Sistema Único de Saúde ainda há municípios onde não existem hospitais credenciados. Ele citou o município onde mora, São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro, onde o paciente pode receber tratamento, mas se precisar de internação tem que ser levado para outra cidade.

"Temos um programa nacional de excelência, mas em certos casos os programas municipais têm muita dificuldade de ter respostas do Sistema Único de Saúde”, comentou.

Para ele, participar do encontro também, significa troca de informações sobre ações que melhorem a vida dos pacientes, que chegam, inclusive, de cidades do interior e não ficam restritas aos grandes centros urbanos. 

Amaral destacou o intercâmbio de informações que acontece no encontro e o esforço que portadores de HIV fazem para participar e a importância de debater questões relevantes como as ligadas a sustentabilidade do programa brasileiro de aids, a distribuição do tratamento antiretroviral, o acesso à medicação para infecção oportunista e temas relacionados à prevenção.

 

 

O Instituto Médico Legal (IML) de Brasília divulgou hoje que mais quatro vítimas do Boeing 737 da Gol foram identificadas, viagra approved totalizando 148 corpos.

Desse total, 145 já foram retirados do IML pelos familiares. Até o momento, o IML recebeu 149 corpos.

Os nomes das vítimas identificadas neste sábado foram:
Nelson Colognese, 37 anos;
Etelvino Lins, 56 anos;
Gustavo André Pereira Cabrerizo, 42 anos e
João Francisco Garcia Leal, 55 anos.

 

O presidente-candidato Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que vai cortar "gastos supérfluos", healing mas sem privatizar, physician ajustando seu discurso ao do coordenador-geral da campanha, sales Marco Aurélio Garcia, que na sexta-feira falou em "corte gradual de gastos públicos".

"Tudo o que for supérfluo vai ter que cortar, tudo o que a gente puder modernizar na máquina pública", disse Lula a jornalistas, no portão do Palácio da Alvorada, onde parou para saudar militantes do PT no final da manhã.

A discussão sobre ajuste fiscal cresceu na segunda semana do segundo turno, com acusações do PT ao PSDB por um suposto "projeto de demolição do Estado", e o conta-ataque dos tucanos, que acusam os adversários de gerar "uma onda de boatos, de mentiras" sobre privatização e corte de gastos sociais.

Em entrevista publicada quinta-feira pelo jornal O Globo, Lula havia afirmado que o Brasil pode crescer sem necessidade de novos cortes, mas no dia seguinte o coordenador Garcia falou em cortes e em contenção de reajustes do funcionalismo público, uma área sensível do eleitorado.

"Eu acho uma coisa desproposital discutir salário do funcionalismo agora", tentou corrigir Lula hoje. "O funcionalismo público foi valorizado com reajustes salariais e reiniciamos a reestruturação dos planos de carreira". "O salário dos servidores será negociado com os representantes dos trabalhadores como sempre ocorreu", insistiu.

Lula citou a economia, segundo ele de R$ 1 bilhão, proporcionada pelo censo de beneficiários da Previdência, como "exemplo" do modelo de redução de gastos públicos que pretende seguir. No primeiro lance do debate sobre ajuste fiscal, na terça-feira, Garcia havia acusado o tucano Geraldo Alckmin de propor "recessão e inoperância do Estado".

Garcia criticava o economista tucano Yoshiaki Nakano que, entrevista à Reuters, defendera um corte de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro ano de governo do PSDB. Alckmin desautorizou Nakano a falar em nome da campanha do PSDB e negou que vá privatizar estatais, se eleito. Acusou a campanha de Lula de ter criado a "Mentirobrás", para semear boatos e fazer "terrorismo eleitoral".

Hoje, Lula voltou a associar o PSDB à política de privatizações do governo Fernando Henrique Cardoso e reclamou da reação dos tucanos. "As críticas a mim podem, é tudo normal", queixou-se. "Mas eles não querem reconhecer que a única coisa que eles souberam fazer foi vender o patrimônio". "Eu não estou inventando história, estou contando o que aconteceu no Brasil". 

Lula teve de reconhecer, pessoalmente, que sua campanha errou ao divulgar texto criticando a mulher do candidato tucano, Lu Alckmin, por ter ganho vestidos caros de presente, e uma filha do adversário por trabalhar numa butique paulista investigada por suspeita de contrabando.

O texto, do dirigente petista Valter Pomar, foi publicado quinta-feira na página de Lula na Internet e retirado no fim do dia, com um pedido de desculpas assinado por Marco Aurélio Garcia. "O PT cometeu um erro de que já foi vítima", admitiu Lula no portão do Alvorada. "Não podemos aceitar esta prática política".

Lula vai dedicar o fim de semana à gravação de programas para a propaganda na televisão, mas reservou a manhã de domingo para um encontro com reitores, num hotel de Brasília, que havia sido marcado inicialmente para quinta-feira.

Segunda-feira, o candidato-presidente retoma a agenda de comícios. Depois de gravar entrevista no Alvorada para o Roda Viva, da TV Cultura, Lula viaja para Campina Grande (PB), Mossoró (RN) e Belém. Na terça, faz comícios em Manaus e no Rio.

 

O entregador de jornais Edinelson Pereira de Souza, about it 24 anos, thumb foi atacado por dois travestis na madrugada de hoje, quando parou para deixar alguns exemplares do Jornal de Brasília, na Banca Americana, em Taguatinga Sul.

De acordo com o relato do gazeteiro, um deles pediu carona e como Edinelson se recusou, um dos travestis arrancou a chave da ignição do veículo e a posicionou no pescoço da vítima.

Edinelson recebeu ameaças e seu pescoço ficou todo marcado por arranhões e cortes. Durante a agressão, ele conseguiu se soltar e sair do carro. Correu cerca de cem metros e pediu abrigo em um trailer. Como não foi atendido, se afastou do local e conseguiu acionar a polícia. Quando a polícia chegou, o carro da vítima estava com arranhões, teve a lataria amassada e o pára-brisa quebrado.

 

 

 

 






Você pode gostar