Brasília

De serviços de beleza a parques, veja o que fica fechado no lockdown

A decisão do GDF também atingiu também academias, além de museus, zoológico, parques ecológicos, recreativos, urbanos, vivenciais e afins

O lockdown decretado pelo governador Ibaneis Rocha, na noite desta sexta-feira (26), proíbe a abertura de salões de beleza, barbearias, esmalterias e centros estéticos a partir de domingo (28).

A decisão do GDF também atingiu também academias, além de museus, zoológico, parques ecológicos, recreativos, urbanos, vivenciais e afins.

Confira a lista de estabelecimentos que não terão o horário de funcionamento alterado:

I – supermercados;
II – hortifrutigranjeiros;
III – minimercados;
IV – mercearias e padarias;
V – postos de combustíveis;
VI – comércio de produtos farmacêuticos;
VII – hospitais, clínicas e consultórios médicos e odontológicos, laboratórios e farmacêuticas;
VIII – clínicas veterinárias;
IX – comércio atacadista;
X – lojas de medicamentos veterinários ou produtos saneantes domissanitários;
XI – funerárias e serviços relacionados;
XII – lojas de conveniência e minimercados em postos de combustíveis exclusivamente para a
venda de produtos;
XIII – serviços de fornecimento de energia, água, esgoto, telefonia e coleta de lixo;
XIV – lojas de material de construção; e
XV – cultos, missas e rituais de qualquer credo ou religião.

Ainda segundo o decreto, os ajustes necessários para o cumprimento do calendário escolar serão estabelecidos pela Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal, após o retorno das aulas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ficam autorizadas as operações de delivery, drive-thru e take-out, sem abertura do estabelecimento para atendimento ao público em suas dependências, além de ser proibida a venda de bebidas alcoólicas após às 20h em todos os estabelecimentos comerciais autorizados a funcionar, na forma do art. 3º deste Decreto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar