Brasília

Ação recolhe quase mil toneladas de entulho no Riacho Fundo II

Operação do GDF Presente também realizou grande operação tapa-buracos no Setor Habitacional Água Quente, com 37 toneladas de massa asfáltica

Foto: divulgação GDF Presente

O programa governamental GDF Presente tem realizado constantemente a retirada de entulho das regiões administrativas do Distrito Federal. Um dos casos aconteceu no Polo Sul do programa no Riacho Fundo II no fim da última semana, em que quase 1.000 toneladas de materiais recolhidos em ações de limpeza, além de três lixões  terem sido desativados, em trabalhos desenvolvido em parceria com a administração local.

“Creio que tenha sido a maior ação de recolhimento e limpeza que eu já vi. Trabalhamos muito, o Polo e a Administração, e o resultado está aí”, avalia o coordenador do Polo Sul do GDF Presente, Germano Guedes. As ações de limpeza no Riacho Fundo II foram impulsionadas por 77 viagens de caminhão, que ao todo recolheram 925 toneladas de lixo, entulhos e inservíveis.

Muitos desses materiais foram retirados de três lixões, um na QN 8D e os outros no Caub II, que foram devidamente desativados. Para impedir a passagem de carros e caminhões que despejam o lixo irregularmente nessas áreas, as equipes recolocaram meios-fios e barreiras de pneus para impedir a passagem dos veículos, além de instalarem placas informando que é proibido o descarte naquela região.

Para combater o descarte irregular, a Administração Regional do Riacho Fundo II disponibiliza áreas para a deposição regular dos resíduos da construção e demolição de pequenos geradores. Os interessados em descartar até um metro cúbico de entulhos, inservíveis e resíduos recicláveis deve fazê-lo na Divisão de Obras, localizada na QN 27. O local funciona de segunda a sábado, das 8h às 18h (mais informações pelo telefone 99158-0499).

Mais asfalto em Água Quente

Além do Riacho Fundo II, o GDF Presente também reforçou equipes da Administração do Recanto das Emas em uma grande operação tapa-buracos no Setor Habitacional Água Quente, uma extensão da região administrativa localizada próxima à divisa do DF com Santo Antônio do Descoberto (GO). Ao todo, 37 toneladas de massa asfáltica foram utilizadas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Foram três dias de operação tapa-buracos, cerca de 90% dos problemas no asfalto foram solucionados. Com esse período de chuvas, esse serviço foi muito importante. Vamos retomar na próxima segunda pra acabar com o problema”, explica Antônio Marcos Constantino de Araújo, que ocupa a função de gerente de Água Quente, uma espécie de representante da Administração do Recanto das Emas no local.

Limpeza na região central

Em outro ponto do Distrito Federal, o GDF Presente também atuou firme na limpeza e na ordenação urbana. Durante a semana, caminhões do Polo Central estiveram nas ruas do Sudoeste, Octogonal e Setor de Indústrias Gráficas (SIG) recolhendo 30 toneladas de lixo, entulho e inservíveis.

As informações são da Agência Brasília

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar