Brasília

A praça é do povo

A Administração Regional de Águas Claras afirmou à reportagem que  busca uma alternativa junto aos órgãos responsáveis

Por Lucas Neiva 27/01/2021 6h08

Acesso tem que estar disponível

Responsável pela regulação do programa Adote Uma Praça na cidade, a Administração Regional de Águas Claras afirma ter conhecimento das denúncias de suspeita de uso privativo da quadra de esportes e do playground na praça em frente ao Colégio Biângulo, em Águas Claras.

O imbróglio gerou revolta nos moradores, que acusam a escola de tomar para si o controle da praça, que é mantida aos cuidados da unidade escolar, a administração regional afirmou à reportagem que  busca uma alternativa junto aos órgãos responsáveis para não prejudicar o interesse de uso comum do bem público.

A administração também reforça que “mesmo cercada para evitar os constantes atos de vandalismo no local, além do furto de tatames e redes de basquete, a quadra fica disponível à comunidade 24 horas”.

Lei Mais:

Apropriação de praça é denunciada por moradores

Quanto às irregularidades, a administração da escola afirma que a obra da praça ainda está no prazo e em fase de execução, e que fará o quanto antes a instalação das lixeiras e demais elementos que faltam no projeto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Secretaria de Projetos Especiais, responsável em nível distrital pela regulação do programa Adote Uma Praça, afirma já ter contactado as autoridades acerca da falta da publicação da inclusão da praça no DODF, e que a publicação deve ocorrer ainda hoje.

DF Legal

O DF Legal, órgão responsável pela fiscalização das obras do programa, fiscalizou o local em julho do ano passado para apurar denúncias de cercamento irregular na praça, e afirma que fará uma nova fiscalização no local para apurar as denúncias da Amaac.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar