fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Witzel muda gestão de hospitais de campanha no Rio

De sete unidades previstas para serem entregues até o fim de abril, apenas uma está funcionando, e sem capacidade máxima

Avatar

Publicado

em

Foto: Rogério Santana/Divulgação Governo do RJ
PUBLICIDADE

O governador Wilson Witzel (PSC-RJ) decidiu mudar a gestão de sete hospitais de campanha do Rio de Janeiro. Antes administrados pelo Instituto de Atenção Básica à Saúde (Iabas), as unidades passam a ser de responsabilidade da Secretaria de Saúde do estado.

A decisão foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado, nesta quarta-feira (3). O motivo da mudança é o não funcionamento dos hospitais. O Iabas recebeu mais de R$ 830 milhões para entregar as unidades até o fim de abril, mas só o hospital do estádio do Maracanã está funcionando — sem a capacidade máxima.

O atraso nas obras teria acontecido por conta da suspensão dos pagamentos dos funcionários. As unidades de São Gonçalo, Nova Iguaçu, Duque de Caxias, Nova Friburgo, Campos dos Goytacazes e Casimiro de Abreu ainda estão em construção. 


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade