fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Três novos casos da Doença de Haff são registrados na Bahia

A patologia é motivada devido o consumo de crustáceos e pescados contaminados. E pode causar sintomas como: dores musculares fortes, insuficiência renal e alteração da coloração na urina

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O estado da Bahia registrou ao menos 12 casos da Doença de Haff até agosto de 2020. A patologia é motivada devido o consumo de crustáceos e pescados contaminados. E pode causar sintomas como: dores musculares fortes, insuficiência renal e alteração da coloração na urina, que fica escura. As informações são do site Bahia Notícias.

Os recentes episódios tem preopupado a Secretaria da Saúde do estado (Sesab), pois houve um surto da doença na cidade de Salvador, em 2016. E, na última semana, o órgão estadual emitiu um alerta para os profissionais de saúde referente a informações sobre a Doença de Haff.

Além disso, na noite de ontem (12), a Sesab registrou três novos casos da patologia, na cidade de Camaçari (BA). Todos relacionados a ingestão de pescados contaminados. Por meio de um alerta epidemiológico, o órgão explicou que a doença não possue tratamento específico, mas que é realizado por meio de antiinflamatórios.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade